Ensino Superior

Lista F – “Um futuro para a UC” candidata-se ao Conselho Geral

Maria Inês Pinela

Cabeça de lista tem como objetivo “criar mecanismos que permitam uma proximidade dos órgãos das faculdades e do CGUC aos alunos”. Estudante propõe alterações na qualidade da ação social, das residências e dos planos de estudos. Por Maria Inês Pinela, Fábio Torres e Ana Vidal

José Gama, mestrando em História Contemporânea pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC), apresenta a sua candidatura ao Conselho Geral da UC (CGUC), com a Lista F – “Um futuro para a UC”. O candidato declara que “o cargo de representante não existe por si só, é uma ponte que liga os estudantes e os seus problemas aos órgãos que os podem resolver”.

Para o cabeça de lista “a resolução dos problemas e as soluções propostas devem partir dos estudantes”, pelo que o seu trabalho é o de “criar mecanismos que permitam uma proximidade dos órgãos das faculdades e do CGUC aos alunos”.  Desta forma, o aluno da FLUC confessa que “não tem que ser eleito com a pretensão de resolver todos os problemas, mas sim de pertencer a um processo de mudança”.

José Gama salienta também que a ação social é um dos “pilares mais importantes” da sua candidatura, com o aumento dos espaços, a oferta alimentar e o prato social nas cantinas (um dos elementos que tencionam levar a debate). No que toca às residências, o mestrando aponta para a necessidade de “mais edifícios ou a melhoria dos existentes”.

“Iniciar diálogos em relação a possíveis revisões ou alterações dos planos de estudo do primeiro e segundo ciclo dos estudantes” é outra das prioridades para a José Gama. Acrescenta que, se for eleito, tenciona também “criar diálogos reais” sobre as nuances “da transição digital do ensino”. Outra ideia do cabeça de lista passa por “melhorar o acesso aos espaços para estudantes com mobilidade reduzida”.

O último pilar da candidatura está relacionado com a saúde e o ambiente. O candidato pela Lista F acredita ser essencial “uma maior divulgação e um aumento da oferta de serviços disponibilizados pela UC, em especial nos acompanhamentos psicológicos”. O mestrando salienta ainda que “muitos estudantes não têm conhecimento da existência destes serviços, nem de como acedê-los”. Por fim, refere que a transição energética da UC tem sido “um tópico pouco falado”, mas que uma discussão em relação à mesma pode colocar a universidade “num patamar diferente em relação a outras instituições de ensino superior europeias”.

Na lista constam, ainda, alunos de diferentes faculdades e ciclos de estudos, como Rita Bettencourt e Teófilo Gonçalves, da Faculdade de Direito, Aida Íris e Filipa Silva, da Faculdade de Medicina, Emídio Cobra, da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física, Ana Marçal, da Faculdade de Farmácia, Alexandre Ferro, da Faculdade de Economia. Há quatro listas na corrida para o CGUC, com José Gama a defrontar Catarina Melo, Hugo Faustino e Carlos Magalhães. O ato eleitoral decorre dia 13 de dezembro.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top