Desporto

Académica fora da graça da Rainha

Gabriela Moore

Estudantes estiveram em superioridade numérica desde o minuto 81 do tempo regulamentar. Penalti de Manu Hernando afasta Briosa da taça de Portugal. Por Fábio Torres

Em jogo a contar para a segunda fase da Taça de Portugal, a Académica perdeu em casa contra a equipa do Tondela. Com o vencedor por apurar após o tempo regulamentar e com o prolongamento a não ser decisivo, a partida teve o seu desfecho na marcação de grandes penalidades. Babacar Niasse provou ser superior aos remates da Briosa e defendeu duas tentativas de golo. Manu Hernando carimbou a passagem da equipa visitante à próxima fase.

Em homenagem às vítimas da tragédia na Indonésia, que ocorreu no jogo de futebol entre o Arema FC e o Persebaya Surabaya, a partida foi antecedida por um minuto de silêncio. O primeiro momento de perigo surgiu da cabeça de Benny, na sequência de um pontapé de canto. Contudo, a primeira parte foi controlada pelo Tondela a partir da marca do quarto de hora. Primeiro foi Daniel dos Anjos a rematar por cima aos 20’ e, depois, na marca dos trinta minutos, outra vez o número 9 dos auriverdes a cabecear dentro da pequena área para a defesa de Luís Pedro, guarda-redes dos estudantes.

Telmo Arcanjo rompeu com o nulo no minuto 37 com um golo fora da área, após uma assistência de Daniel do Anjos, com o passe a passar entre as pernas de Rafael Barbosa. A Briosa sofreu até ao intervalo e, já perto do fim da primeira parte, o número 9 do Tondela teve o seu remate intercetado por Fábio Palha.

A Briosa começou a segunda parte o mais rápido possível a tentar chegar à área adversária com ataques na profundidade do campo. A pressão à equipa do Tondela deu frutos no minuto 55 com Daniel dos Anjos a meter a bola na própria baliza. Os auriverdes reagiram ao empate com entradas fortes sobre os estudantes, a impedirem que ficassem com a bola por muito tempo. Telmo Arcanjo por duas vezes ainda ameaçou desequilibrar o jogo pela segunda vez, mas foi infeliz na finalização.

Gabriela Moore

Nos últimos 10 minutos do jogo, a Académica viu-se a jogar contra apenas dez elementos, após a expulsão de Tiago Almeida do lado dos visitantes. Com a vantagem numérica, a Briosa pressionou o Tondela e criou ataques atrás de ataques. João Pais, no último minuto do tempo regulamentar, cabeceou a bola à trave naquela que foi a melhor hipótese de os estudantes darem a volta ao marcador na segunda parte do jogo.

Ambas as equipas jogaram a primeira parte do prolongamento com cautela. João Pais, após uma passe de Pepo a isolá-lo, remata à figura de Niasse, no que acabou por ser a única oportunidade de perigo nestes quinze minutos. Por outro lado, na segunda parte foi o Tondela, ao minuto 118, que melhor tentou evitar a disputa do resultado nas grandes penalidades. Um livre batido por Bebeto encontrou os pés de Rúben Fonseca, defendido pelo central Diogo Costa, após o choque no ar entre Luís Pedro e Benny. O número 3 do Tondela tentou um remate sem força, mas a bola embateu nas pernas do central da Académica e saiu fora.

Diogo Ribeiro, Rubén Fonseca, Pepo e Pedro Augusto converterem os seus remates em golo e, assim, à quinta grande penalidade, o marcador continuava empatado. Foi aqui que Niasse provou ser fundamental para a equipa do Tondela. Primeiro, defendeu o remate de João Pais e, após o golo do capitão de equipa Marcelo Alves, impediu que a bola de João Tiago entrasse. Manu Hernando marcou o quarto golo da equipa visitante e foi suficiente para eliminar a Académica.

Com a eliminação da taça, a Académica vai concentrar agora os seus focos na Liga 3. O treinador dos estudantes, Miguel Valença, ressaltou o trabalho e o espírito dos jogadores nestas últimas semanas e ainda assegurou os adeptos de que, apesar da má fase do clube, não há nada que falte ao clube. O próximo jogo vai ser jogado fora de casa contra o Fontinhas, no dia 8 de outubro.

Gabriela Moore

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top