Desporto

Briosa sofre primeira derrota caseira na Liga 3

Francisco Barata

Equipa conimbricense acabou o jogo com apenas dez elementos. Estudantes ocupam agora o último lugar da Série B do terceiro escalão do futebol português. Por Francisco Barata e Fábio Torres

A Académica recebeu hoje, dia 18, a equipa do Sporting B no estádio Cidade de Coimbra, em jogo a contar para a quarta jornada da Liga 3. Por conta de desacatos numa partida amigável contra o Sport Lisboa e Benfica em julho de 2019, a Briosa e a equipa leonina foram obrigadas a jogar à porta fechada. A equipa dos estudantes saiu derrotada por duas bolas a zero.

A primeira jogada perigosa veio dos pés de Fatawu Issahaku, jovem ganês do Sporting B, que, após uma boa arrancada pelo lado direito, driblou o lateral esquerdo da Académica e rematou à figura de Bernardo Santos. A equipa leonina mostrou-se superior no arranque da partida, com mais oportunidades junto à área adversária.

A estratégia da Briosa passou por aproveitar os espaços abertos da equipa leonina e contra-atacou em duas ocasiões no primeiro quarto de jogo. Pepo, em ambas as vezes, falhou o remate à baliza, já dentro da área.

Fatawu demonstrou ser o principal criador de perigo dos leões na primeira parte, com dois remates bem colocados, um deles fora de área. Bernardo Santos mostrou qualidade e calma na baliza da Académica durante esta fase de ataque do Sporting.

A última jogada de grande perigo da Académica no primeiro tempo partiu de um passe de Pepo a desmarcar Marco Grilo, que cruza para Diogo Ribeiro. O remate do avançado foi defendido por Diego Callai de forma magistral.

Após ameaça de golo aos 47’, por parte de Mateus Fernandes, a equipa leonina conseguiu inaugurar o marcador no minuto 56, com um golo de Jesús Alcantar, oriundo de um pontapé de canto, marcado por Diogo Abreu, e desviado pelo capitão José Marsà. Depois do golo, os estudantes tiveram dificuldades em sair a jogar e chegar ao último terço. Por outro lado, os leões voltaram a criar perigo após outra marcação de canto.

Com as alterações no minuto 67, o treinador da Briosa, Miguel Valença, pretendia passar as atacar de forma mais direta, com passes na profundidade e pelos corredores exteriores. Contudo, as substituições não surtiram efeito imediato, à exceção de um remate de Diogo Ribeiro aos 74´, que acabou por sair muito alto.

A Académica ficou a jogar com menos um ao minuto 80, após Pedro Prazeres ter pontapeado a cabeça de um jogador do Sporting B e ter recebido vermelho direto. Mesmo com apenas dez em campo, a Briosa conseguiu disputar o resto do jogo.

Os últimos minutos do jogo viram dois remates perigosos da equipa da casa, primeiro pelos pés de Vasco Paciência e depois Vasco Gomes rematou de longe para uma boa defesa de Callai. Flávio Nazinho, da equipa leonina, sentenciou o jogo com o segundo golo do Sporting ao fechar do pano, após boa jogada de Dário Essugo.

O treinador da Académica acredita que não faltaram oportunidades de golo por parte da sua equipa, apenas faltou eficácia frente à baliza adversária. Filipe Çelikkaya, treinador da equipa B do Sporting, queixou-se do relvado por não permitir que ambas as equipas demonstrassem o seu melhor futebol, mas mostrou-se orgulhoso da prestação dos seus jovens jogadores.

Com este resultado, a Académica encontra-se em último lugar da Série B da Liga 3, enquanto o Sporting B está em quarto lugar. O próximo jogo da Briosa é contra o Tondela, equipa da Segunda Liga, em jogo a contar para a segunda eliminatória da Taça de Portugal, dia 2 de outubro, às 20 horas.

Francisco Barata

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top