All for Joomla All for Webmasters
Cultura

Palco Principal ultrapassa expectativas

Débora Cruz

Interações entre artistas e público fazem estudantes vibrar. Três estilos de música numa noite só. Texto por Iris Palma e fotografias por Débora Cruz e Iris Palma

Na sexta noite da Queima das Fitas de Coimbra, dia 25, o palco principal pôde contar com os remixes e músicas de Zinko, de Danni Gato e no final Mc Kevin O-Chris, por essa ordem. Com provocações à plateia e uso de luzes e de efeitos pirotécnicos, o público pôde aproveitar o entretenimento entre a meia-noite até às 3h30.

Zinko introduziu ao público os seus primeiros remixes com os clássicos de ABBA misturados com o ‘hit’ de Gayle “ABCDEFU”. As músicas eram interrompidas para deixar os estudantes cantarem os intervalos ou para o artista incentivar Coimbra “a fazer barulho”. Cidade de estudantes aceitou o desafio e provou o seu valor.

Ao longo da sua performance foi acompanhado do entusiasmo de uma plateia que se encheu de fãs, e com o recinto a encher o artista introduziu os seus remixes com músicas já conhecidas pela audiência. Com músicas de épocas diferentes, Zinko trouxe temas como “Moonlight” por XXXTentacion, “Industry Baby” por Lil Nas X e “Beat It” de Michael Jackson.

Algumas das pessoas presentes demonstraram o seu gosto pela performance do artista. Ana Carolina, estudante do primeiro ano da Licenciatura de Línguas Modernas na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC), conta que esta é a sua primeira Queima das Fitas e que para já “esta a ser fixe”. A sua amiga Andreia Susana, estudante de primeiro ano da Licenciatura de Gestão de Empresas, adiciona que “gosta deste género de música”.

A performance de Zinko foi seguida por Danni Gato que envolveu a audiência, ou ao envolver filmagens em direto do próprio público ou por perguntar se já se podia ausentar. O artista envolveu todo o público de modo que as interações aumentaram. Os conimbricenses responderam a todos os seus pedidos com frases de encorajamento para continuar.

Danni Gato, apesar de mostrar remixes da sua autoria, também cantou algumas músicas que apelaram ao gosto dos estudantes. Apesar da pouca antecedência com que foi convidado, este conseguiu dar à audiência uma performance, com destaque para a sua saída do palco para cantar no corredor separando as duas multidões. Danni Gato destacou que “havia uma grande expectativa por parte da festa e da reputação da mesma” e deixou ainda informações sobre futuros projetos a ocorrer em Portugal.

Por último artista no palco principal no Parque da Canção, Mc Kevin O Chris, estremeceu o chão com um dos seus ‘hits’ mais reconhecidos, “Tipo Gin”. A segunda faixa do seu álbum gravado ao vivo em Lisboa “Sonho de Garoto”, lançado em Portugal, foi acompanhada por muitas outras faixas e as vozes e coreografias do público.

A performance de Mc Kevin O Chris não deixou espaço para pausas com músicas e interações com o público. Estas divergiram entre música acústica apenas com guitarra e as palmas sincronizadas da audiência. As suas músicas foram acompanhas com coreografias feitas pelas bailarinas em palco que depois o público pôde assistir de modo a imitar.

O artista frisou que apesar de não poder estar presente nas atuações de amanhã devido a um voo planeado para às 9 horas, testemunha que sentiu “muita emoção” na forma de Fantecipação para esta Queima das Fitas.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top