All for Joomla All for Webmasters
Ensino Superior

Cultura e Cidadania em debate na Biblioteca Geral da UC

Fotografia cedida por Renato Daniel

Evento composto por duas mesas redondas, destinadas a cada tema. Conselho Geral da UC tem como objetivo criar relatório de medidas. Por Daniel Oliveira

O Dia da Língua Portuguesa vai ser celebrado amanhã, dia 5 de maio, com um debate sobre cultura e cidadania na Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra (BGUC). O evento, organizado pela Comissão de Cultura, Património, Cidadania e Desporto (CCPCD) do Conselho Geral da Universidade de Coimbra (CGUC) vai ter uma mesa redonda para cada um dos temas a debater, a primeira com início às 14h30 e a segunda às 17 horas.

A primeira mesa redonda vai ser dedicada à cultura, com a moderação de Anabela Mota Ribeiro e um painel de convidados constituído por Cristina Robalo Cordeiro, Delfim Leão, João Rui Pita, Maria João Meireles Pereira e Sara Amaral. Vão ser discutidos assuntos como a valorização da língua portuguesa e da leitura, a programação cultural e a comunicação de ciência. 

O segundo momento de debates vai ter como tema a cidadania, com Lina Coelho como moderadora e a participação de Madalena Duarte, Maria de Belém Roseira, Maria João Rodrigues e Paulo Simões. A mesa redonda vai abordar as questões da igualdade de género e oportunidades, as políticas de acolhimento e integração de estudantes com necessidades especiais, entre outras.

“Tentou-se fazer este formato, porque o objetivo é que depois se consiga fazer um relatório bem compacto e direto em relação às matérias discutidas”, explica Renato Daniel, membro do CGUC e estudante da Faculdade de Economia da UC (FEUC). Acrescenta que, a partir do relatório, a CCPCD vai poder tomar medidas, no seio da universidade, nas suas quatro áreas de intervenção.

Renato Daniel afirma que, “ao separar os painéis, conseguem-se ter duas horas ou mais com foco naquilo que interessa. Primeiro, para a cultura, e depois para a cidadania”. O membro do CGUC sublinha, no entanto, a proximidade entre os dois temas e que o relatório, a ser feito, “pode abordar essas sinergias entre a cultura e a cidadania”.

O estudante da FEUC refere também que a abordagem da língua portuguesa permite interligar os dois pontos do debate. “Quando se fala em cultura e cidadania, o Dia da Língua Portuguesa conjuga na perfeição” as duas temáticas, acrescenta. 

Outra das pretensões é cativar as pessoas para participarem mais nas atividades culturais no seio da cidade de Coimbra. Assim, o público vai poder participar no evento com questões para colocar aos convidados, indica Renato Daniel. Frisa ainda a importância de as estruturas da Associação Académica de Coimbra (AAC) participarem, porque “devem ter um peso importante no que diz respeito à cultura e cidadania”.

O estudante conselheiro expõe a intenção de fazer, “num futuro próximo”, um debate para os temas do património e desporto. O membro da CGUC reforça que “a AAC vai voltar a ter um papel fundamental [nessa iniciativa], para que possa, em conjunto com o CGUC, fazer este debate e ouvir as principais temáticas”.

A expectativa de Renato Daniel é que haja uma grande adesão, “não só de estudantes, mas também de todos aqueles que estiverem interessados em todas estas matérias”. O debate vai ser realizado na Sala de São Pedro, que, segundo o estudante, “é um espaço magnífico, muito diferente, convidativo e agradável”. Não há inscrição prévia e a entrada é gratuita.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top