All for Joomla All for Webmasters
Desporto

Académica sai derrotada frente a saloios

Jorge Botana

Equipa sofreu dois golos sem resposta. Treinador da Académica lamenta “a bola de neve que se tem formado”. Texto por Jorge Botana e Sofia Ramos e fotografias por Jorge Botana

A Académica voltou ao Estádio Cidade de Coimbra este sábado, dia 30 de abril, duas semanas depois de se confirmarem os piores presságios e descer oficialmente para a Liga 3. O confronto foi contra o Clube Desportivo de Mafra, que ganhou o jogo com resultado de 2-0. Em comparação com o último jogo, onde a Briosa perdeu contra o Chaves, o treinador José Gomes deixou cinco dos titulares da última partida no banco, com destaque para os regressos de Zé Castro e Mika. 

A partida iniciou-se com o Mafra a lutar pelo domínio do jogo, com duas tentativas de golo seguidas, primeiro por Lucas Marques, seguido de Inácio Miguel. Logo depois, a equipa da casa tentou recuperar o controlo do jogo com uma série de remates. No minuto 14, Traquina assistiu para Costinha que pontapeou dentro da área, mas não conseguiu passar pelo guarda-redes adversário.

Ao minuto 17, os estudantes tremeram após Pedro Pacheco ter ficado perto de abrir o marcador, mas o lance foi invalidado por fora de jogo. Após um vaivém entre os dois meios-campos, a Académica fez vibrar os adeptos com um remate por cima da trave de João Carlos. Jonathan Toro voltou a ameaçar com uma tentativa que passou por cima da baliza aos 30 minutos. Ambos os ataques tiveram a participação de Costinha, que se destacou no corredor lateral.

Para acabar a primeira parte, o Mafra voltou a tentar assumir as rédeas do jogo, mas Rodrigo Martins atirou por cima do alvo. A Briosa tentou aproveitar os dois minutos de desconto, mas não foram suficientes e o jogo foi para o intervalo com o nulo no marcador.

No início da segunda parte, a dupla Traquina-Costinha manteve a pressão mas a linha defensiva do Mafra protegeu a grande área. Depois de dez minutos, Mattheus Oliveira rematou do corredor central mas o guarda-redes da Briosa defendeu.

A equipa saloia continuou a criar perigo na grande área adversária e aos 56 minutos inaugurou o marcador. A resiliência de Rodrigo Martins refletiu-se num ataque de sucesso finalizado ao primeiro poste. A segunda parte foi marcada pelo equilíbrio entre as equipas, com oportunidades para ambas, mas sem grandes destaques.

O 50 da Académica, João Carlos, melhor marcador da Segunda Liga, esteve perto de virar o jogo com um remate perigoso da grande área aos 73 minutos. Contudo, o guarda-redes mafrense brilhou com uma grande defesa. Poucos minutos depois, o empate parecia iminente graças ao cabeceamento ao poste de Jorge Fellipe.

A segunda parte continuou com a Académica a acentuar a pressão na grande área dos visitantes e um seguimento de remates falhados. Já nos cinco minutos de desconto, o Mafra levou a luta para o meio campo e Okitokandjo aproveitou a linha defensiva subida para marcar o golo final do jogo. O número 9 do Mafra com uma finta ao guarda-redes ficou com a baliza aberta para dilatar o marcador.  

Já no rescaldo da partida, o treinador mafrense, Ricardo Sousa, referiu que “não foi um jogo fácil” mas celebrou o recorde histórico de 43 pontos, “que nunca se tinha conseguido atingir”. O treinador frisou ainda que o que valeu “foi o grande acerto defensivo” e relembrou que “se se facilitasse o que quer que fosse neste jogo, não se estaria a respeitar a Académica”.

De seguida, o treinador da Briosa, José Gomes, lamenta o que aconteceu nas últimas semanas. “É uma bola de neve que se tem formado, e nestes momentos não é fácil”, ilustra. Quando questionado sobre a estratégia do jogo, o técnico explicou que “a forma de jogar é sempre a mesma e não vai mudar em campo nenhum”. 

A Académica volta ao campo no próximo sábado, dia 8 de maio, para enfrentar o Trofense. Este jogo vai contar para a 33.ª jornada da Liga Portugal SABSEG, a apenas dois jogos do fim do campeonato.

Artigo atualizado às 15h32 de 2 de maio.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top