All for Joomla All for Webmasters
Cidade

UC e CMC unem-se em acordo pelo Botânico

Câmara Municipal de Coimbra

Câmara adianta 353 mil euros para projeto. Um dos objetivos é recuperar “Programa Polis” e permitir travessia “suave e ecológica do Jardim Botânico”, segundo o comunicado. Por Luísa Macedo Mendonça 

No passado dia 15 de Março foi formalizado um acordo entre a Universidade de Coimbra (UC), a Câmara Municipal (CMC) e a empresa municipal Águas de Coimbra (AC) com a finalidade de preservar o Caminho da Mata, inserido no Jardim Botânico de Coimbra. A via é percorrida todos os dias pelos miniautocarros elétricos dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC) na ligação entre a Alta e a Baixa da cidade. 

Desta forma, a CMC acordou um avanço financeiro de 353 mil euros com a UC (que vai ser devolvido em duas partes semelhantes até 2023), a fim de ser possível a manutenção do trilho. Devido ao uso diário, demonstra uma “maior e mais acelerada degradação”, como refere a nota de imprensa. A importância da ação é reforçada face ao objetivo de restringir o tráfego automóvel na Alta, assim como diminuir o estacionamento, quer em número, quer em tempo. 

A AC tomou parte do acordo visto que, como indica o presidente do Conselho de Administração da empresa, Alfeu Sá Marques, no comunicado: “a ligação temática entre o reservatório ou cisterna da Cerca de S. Bento e o Museu da Água será reabilitada e dinamizada”. Sublinha ainda o facto de o Jardim Botânico ter “uma fortíssima componente de circuitos de água com uma história longa”.

Destaca-se também o previsto no contrato referente à recuperação da ideia inicial do “Programa Polis”. De acordo com a nota de imprensa, o programa visava criar um percurso na Mata do Botânico cuja temática era o “abastecimento de água à cidade, na perspetiva da sensibilização dos cidadãos para questões ligadas às temáticas ecológicas e à adoção de comportamentos cívicos”.

O presidente da CMC, José Manuel Silva, referiu ainda que um dos desejos era “esta linha [Linha Verde do Botânico] ser utilizada pelos munícipes de Coimbra e pelos turistas que visitam a cidade”. Neste contexto, a diretora do Jardim Botânico, Teresa Girão, realçou a importância da colaboração “para a abertura do Jardim à cidade”, assim como a “concretização de diversas iniciativas de disseminação junto de públicos diversos”, como indica o comunicado.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top