All for Joomla All for Webmasters
Cultura

Portugal e Brasil em diálogo no Exploratório de Coimbra

Luísa Macedo Mendonça

Pequena mostra de fotografia visa comparar realidades portuguesa e brasileira. Exposição pretende aprofundar ligação entre dois países, assim como dar destaque a vertentes da vida menos mediáticas de cada um. Por Luísa Macedo Mendonça

No decorrer da XXVI Semana Cultural da Universidade de Coimbra, o Centro de Estudos Ibéricos (CEI) inaugurou a exposição de fotografia “Transversalidades. Diálogos imagéticos entre Portugal e o Brasil”, em parceria com o Exploratório de Coimbra no passado dia 3 de março. A exposição, que assinala as duas décadas de existência do CEI, assim como os 200 anos de independência do Brasil, estará em exibição até dia 6 de abril e conta com entrada livre.

A mostra está organizada em quatro coordenadas: Património natural, paisagens e biodiversidade; Espaços rurais, agricultura e povoamento; Cidade e processos de urbanização; e Cultura e sociedade: diversidade cultural e inclusão social. Ao longo destas, poder-se-á visualizar fotografias de alguns artistas portugueses e brasileiros num diálogo fotográfico, que permite ao espectador comparar realidades dentro do âmbito das linhas temáticas.

O portefólio exibido tem como objetivo fazer com que quem o vê “encontre parecenças entre os dois países, mas também as diferenças, neste caso, muito significativas. As paisagens, agricultura, cidades, sociedade e cultura são bastante distintos e a exposição mostra-o.”, refere Rui Jacinto, responsável pelo projeto Transversalidades no CEI. Esta pequena mostra serve também como meio de aprofundar as ligações entre as comunidades, assim como dar a conhecer vertentes da realidade de menor destaque. O projeto, que decorre anualmente, começou por ser um pequeno concurso e atualmente conta com “mais de 900 candidaturas de mais de 80 países”, afirma Rui Jacinto.

O Centro de Estudos Ibéricos, com sede na Guarda, une as duas universidades mais antigas da Península, as de Coimbra e de Salamanca, e surge, então, como um “um eixo estruturante no sentido cultural e científico”, como refere o responsável pelo projeto Transversalidades. No âmbito da XXVI semana cultural da UC, o projeto “encontrou condições para a sua viabilidade”, como declara Rui Jacinto, e ainda garante que “as pessoas presentes na inauguração ficaram agradavelmente surpreendidas”, e deixa o apelo final à visita por parte da comunidade.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top