Ciência & Tecnologia

Exploratório de Coimbra volta a pôr “Pontos nos iii”

D.R.

Centro de Ciência Viva alberga roda de conversa com investigador da UC sobre formação de adultos. Diálogo é feito em regime informal para aproximar cientista ao público. Por Frederico Biscaia

Devido às restrições provocadas pela pandemia, o ciclo de conversas “Pontos nos iii” teve de interromper as suas atividades durante dois anos. Na próxima quarta-feira, dia 2 de março, regressam ao Exploratório – Centro de Ciência Viva de Coimbra as rodas de conversa com investigadores da Universidade de Coimbra (UC), a realizarem-se todas as primeiras quartas-feiras do mês.

As “Science Beer Talks”, com cientistas convidados do Instituto de Investigação Interdisciplinar da UC, propõem uma forma alternativa de passar um fim de tarde com conversas informais sobre ciência. O objetivo destes diálogos, acompanhados de cerveja artesanal, é aproximar os investigadores ao público. O tema escolhido para esta retoma foi “Educação e Formação de Pessoas Adultas em Portugal: desafios e contributos da investigação”.

Segundo o convidado desta sessão, o docente da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da UC, Luís Alcoforado, a formação de adultos é algo “muito importante”, tanto para Portugal como para todo o mundo. “Após a II Guerra Mundial, a primeira grande conferência da UNESCO foi dedicada à formação de adultos”, argumenta. De acordo com o investigador, a educação dos adultos é uma forma de garantir uma melhor sociedade no futuro porque estes têm os recursos para fazer as mudanças necessárias. Por isso, considera importante haver uma oferta pública e não apenas focada na formação e certificação profissional.

O evento decorre entre as 18h30 e as 19h30 e a entrada é gratuita para todos os visitantes. O programa é disponibilizado no sítio do Exploratório, local onde pode ser consultado todos os meses.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top