Ciência & Tecnologia

Estudo da UC concluiu que turismo doméstico aumentou no verão de 2020

Covid-19 interfere na escolha de destinos de férias dos portugueses. Professora Susana Silva defende que “aposta no turismo doméstico se deve manter no período pós-pandemia”. Por Sofia Variz Pereira

Um estudo realizado no âmbito da Universidade de Coimbra (UC) concluiu que a Covid-19 deu aos portugueses a oportunidade de conhecerem locais do país que até então desconheciam. O propósito do estudo teve como base tentar perceber “como é que os turistas nacionais se iam comportar” em relação ao destino das suas férias de verão, explicou Susana Silva, professora do Departamento de Geografia e Turismo da UC.

As respostas foram obtidas através da disponibilização de um inquérito ‘online’ entre outubro e dezembro de 2020 que recebeu quase 700 respostas. Também com este estudo se chegou à conclusão de que “a maior parte do mercado português foi doméstico” durante o verão desse ano, segundo Susana Silva. A aposta, por parte dos portugueses, em escolher espaços rurais como destino das suas férias, deveu-se à “noção de segurança que estes lugares transmitiam às pessoas”, revelou a professora. 

Quando questionada em relação a possíveis mudanças no período pós-pandemia, a professora disse ser “um bocadinho cética em relação ao continuar” desta ação. No entanto, Susana Silva defende que seria “bom que os diferentes operadores apostassem no mercado doméstico porque foi aquele que salvou o turismo em 2020”.

Também agora se está a realizar um novo inquérito, em relação ao verão de 2021 com o mesmo objetivo. Estes resultados pretendem transmitir se esta “tendência se mantém ou se foi apenas resultado do contexto pandémico”, revelou a professora. Em relação às próximas férias dos portugueses, Susana Silva referiu que a aposta no turismo doméstico “é uma oportunidade para suplementar um modelo mais sustentável que se deve intensificar no pós-pandemia”. 

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top