Cultura

Baixa viaja este sábado pelos “Ventos do Deserto”

Jorge Botana

Contadora de histórias realiza ‘performance’ que mistura histórias, música e dança. UC alia-se à dinamização do centro histórico da cidade. Por Jorge Botana 

“Ventos do Deserto” é o título da atuação que este sábado, dia 12, acontece na Baixa de Coimbra. Realizada pela narradora de histórias e bailarina, Sofia Souto Moniz, e o músico Álex Lima, pretende aproximar o público a narrativas árabes e do Extremo Oriente. O evento integra a programação da XXIV Semana Cultural da Universidade de Coimbra (UC), que decorre até domingo, dia 15. 

“Trazer a beleza do passado até ao presente” é o objetivo principal de Sofia Souto Moniz. A autora afirma que pensou o evento como uma forma de “recuperar narrativas árabes com uma roupagem de dança e música”. Com ela vai estar o músico Álex Lima, com quem já tem colaborado. Destaca a intenção de ambos de “promover a multiculturalidade e as diferentes visões do mundo”. 

A bailarina fala também do “caráter dinamizador” da dança oriental, “muito vistosa e agradável ao olhar”, que vai percorrer, assim, vários locais da Baixa: a começar na Praça 8 de Maio para depois ir até o Largo do Poço, a praça do Comércio e a Rua Adelino Veiga. Na intervenção “pretende-se introduzir a figura da Sherezade”, às vezes “subrepresentada”, e contar histórias do cordel, uma forma de narrativa do Brasil herdeira dos romances medievais da Península Ibérica. 

“Tentou-se desenvolver a interação com o público”, assume a autora, que convida os conimbricenses a assistir e participar na actuação. Sofia Souto Moniz tem uma extensa formação em contar histórias. Originária de Angola, é professora de português e salienta o seu trabalho com a poesia narrativa. Em 2018, publicou o seu último livro, “Chelb, a lenda das amendoeiras”, em que recupera histórias orais do período da Reconquista Cristã da Península Ibérica. 

A ‘performance’ foi apresentada pela própria autora, Sofia Souto Moniz, numa conferência de imprensa organizada pela Associação de Promoção da Baixa de Coimbra (APBC), que considera “estimulante” a parceria com a universidade, em palavras da sua presidente, Assunção Ataíde. Em representação da UC, que inclui esta performance na XXIV Semana Cultural, esteve a secretária do vice-reitor da cultura, Teresa Baptista, que agradeceu o convite da APBC e destacou o “empenho da universidade em dinamizar o centro histórico”. 

Sofia Souto Moniz referiu que, caso as condições meteorológicas não o permitam, o evento pode ser adiado. Se esse for o caso, a nova data vai ser anunciada nas redes sociais.  

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top