Desporto

Acro Vigor a conquistar pódios dentro e fora do país

Fotografia cedida por Débora Amorim

Secção de Ginástica Acrobática do Vigor da Mocidade a décimas de trazer medalha de bronze de Azerbaijão. Ouros conseguidos no distrital foram acompanhados pelo “espírito de equipa do Vigor”, que “ecoou no pavilhão”, relata a treinadora.  Por Ana Filipa Paz

Estreado em 2019, o clube Acro Vigor assume lugar de destaque no Campeonato Territorial de Ginástica Acrobática – 1ª divisão e infantis, que se realizou no dia 13 de março, no Estádio Universitário de Coimbra. Depois de conquistar a medalha de bronze, em setembro de 2021, numa competição europeia, o grupo conimbricense volta a subir ao pódio na competição distrital. A onda de sucesso do grupo tem vindo a crescer, ao permitir colocar o nome de Coimbra no panorama internacional da ginástica acrobática. No início do mês de março, alcançaram o 4º lugar no Campeonato Mundial de Ginástica Acrobática.

Débora Amorim, coordenadora da Secção de Ginástica Acrobática do Vigor da Mocidade, foi uma das responsáveis pelo reavivar da secção. Em conjunto com uma equipa de treinadores, procurou “implementar uma estrutura de raiz, com novos sonhos, ambições e desejo de construir uma equipa formada com base na união e paixão pela modalidade”. A treinadora considera que os bons resultados dos ginastas “são mais uma prova de que o clube está em crescimento, a evoluir pelo rumo certo”.

A 6 de março, o clube estreou-se nas competições mundiais. O par misto constituído por João Carreira e Matilde Cruz ficou a doze décimas de conquistar o bronze no Campeonato Mundial de Ginástica Acrobática, no escalão júnior, em Baku (Azerbeijão). Débora Amorim regista esta vitória como a concretização de “um sonho que ainda não parece real”. Sublinha o facto de os adversários terem “condições e horas de treino bastantes superiores”, o que dificulta o processo de apuramento. Apesar disso, considera que os ginastas de Coimbra tiveram “uma prestação de excelência nos três exercícios que realizaram”, o que, por si só, “teve um valor incalculável”.

Neste fim de semana, no campeonato territorial, o Acro Vigor conquistou cinco medalhas de ouro, uma de prata e duas de bronze. Depois de distanciados das competições pela pandemia, pouco tempo após a sua fundação, os ginastas regressam às provas com “muito gosto e felicidade de estar de novo numa competição presencial deste calibre”, relata Débora Amorim. Para os treinadores, “mostrar a qualidade do grupo e ver os frutos do trabalho dos atletas”, permite-lhes terminar a prova com “uma sensação de dever cumprido”, confidencia a coordenadora.

Em infantis, o par feminino Joana Gouveia e Francisca Oliveira foram campeãs pelo Acro Vigor. O ouro foi, ainda, entregue ao trio feminino juvenil composto pelas ginastas Inês Lança, Catarina Santos e Maria Correia, e ao trio feminino júnior Laura Veloso, Maria Duarte e Inês Nossa do mesmo clube. As ginastas do Acrogym Clube de Coimbra e da Associação Académica de Coimbra também conquistaram medalhas e competiram pelo apuramento para o campeonato nacional.

Segundo a treinadora do Acro Vigor, os resultados conseguidos no campeonato territorial cumpriram as suas expectativas. Débora Amorim revela que o clube está já a preparar a prova internacional Copa Galícia, em Espanha, que se realiza daqui a duas semanas. Numa fase posterior, tenciona “colocar o foco no campeonato nacional, para atingir os tão desejados lugares de pódio”. A treinadora faz especial referência ao “espírito de equipa do Vigor”, que na competição distrital “ecoou no pavilhão”.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top