Ensino Superior

AAC convoca estudantes para serem embaixadores de novo projeto

Julia Floriano

Iniciativa visa promover aumento nas médias de entrada na UC. Recompensa académica vai ser oferecida a embaixadores. Por Larissa Britto

A Associação Académica de Coimbra (AAC) emitiu uma ‘opencall’, no último domingo, para a sua iniciativa da Rede de Embaixadores, uma parceria entre a AAC e a Universidade de Coimbra (UC). Este projeto é “uma forma de aproximar as escolas secundárias de todo o país e os seus estudantes a ambas as instituições”, como destaca João Caseiro, vice-presidente da Direção-Geral da AAC (DG/AAC). Em comunicado, a Divisão de Relações Externas da DG, declarou que esta ação “foca-se na história da AAC e da UC, além de responder a dúvidas e inseguranças dos alunos pré-universitários”.

A ‘opencall’ visa atrair universitários “de vários pontos do país e de várias áreas”, para atuarem como embaixadores e divulgarem as entidades conimbricenses, como declarou o vice-presidente da DG/AAC. João Caseiro comenta ainda que “houve um contacto direto com os núcleos de estudantes” e que o “feedback foi positivo, mesmo daqueles núcleos que já possuem uma rede de embaixadores”. Além disso, alude a “uma recompensa para a atuação dos envolvidos”, a fim de tornar o projeto “mais atrativo”.

“Vai ser lançado um segundo aviso a fim de alcançar mais estudantes e depois as inscrições encerram”, destaca João Caseiro. Em seguida, vai ser promovida uma “formação dos embaixadores, onde são apresentadas as funções que devem desempenhar”, e para isso são recolhidas “informações dos núcleos, referentes aos seus respetivos cursos”. A recolha de informações também é vista como forma de “contextualização dos próprios núcleos”, com o objetivo de transmitir “conteúdo aos embaixadores”.

O vice-presidente da DG/AAC acrescenta que a ação vai trazer “vantagens a médio e longo prazo”. Para a UC, “pode despertar uma procura maior, ao colocá-la como primeira escolha dos jovens e ao contribuir para o aumento das médias de entrada”, esclarece João Caseiro. Já no âmbito da AAC, o dirigente ressalta a hipótese de os estudantes se “envolverem mais cedo em todas as estruturas disponíveis”. Destaca ainda que a intenção é “cativá-los para cá entrar, além de já possuírem conhecimento sobre a cidade, o seu curso e a Académica”.

Por fim, João Caseiro argumenta que este é um projeto que visa “desenvolver-se”, no sentido de ser “suscetível a melhorias ao longo dos anos e da sua implementação”. A ideia central é estabelecer uma comunicação de fácil acesso entre os pré-universitários e os núcleos, além de “auscultar as ideias de ambas as partes, bem como os embaixadores e implementá-las no projeto”. Ainda em comunicado, a Divisão de Relações Externas da DG/AAC alega que é necessário um “feedback diário, para que seja possível fazer uma análise geral na conclusão do projeto”.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top