Ensino Superior

Segundo semestre arranca com evento SocioTalks do NES/AAC

Fotografia cedida por Margarida Filipe

Semana da Sociologia dinamiza “sessões não voltadas apenas para conhecimento sociológico, mas sim para enriquecer qualquer pessoa”. Presidente do NES/AAC sublinha importância de debate dos temas abordados. Por Cristiana Reis e Ana Filipa Paz

A Semana da Sociologia – SocioTalks, dá início à primeira semana de aulas do segundo semestre com a presença de oradores convidados e espaço para debate de ideias. O evento dinamizado pelo Núcleo de Estudantes de Sociologia da Associação Académica de Coimbra (NES/AAC), em parceria com os docentes da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, decorre de 14 a 18 de fevereiro e conta com sessões que abordam temas da sociedade contemporânea.

A presidente do NES/AAC, Margarida Filipe, considera que o evento tem como principal objetivo “expandir a ciência social no âmbito da licenciatura de Sociologia” e também para os restantes estudantes da UC. As palestras contam com a participação de docentes, alunos e ex-alunos da FEUC inseridos na área da sociologia. A estudante revela que foi intenção do NES/AAC “apostar na qualidade do ensino da faculdade ao manter docentes da FEUC como oradores”. As sessões são abertas e gratuitas para todos os estudantes da UC e, de acordo com a dirigente do núcleo, todas as informações referentes ao programa encontram-se nas redes sociais do NES/AAC.

O projeto alargou-se para a duração de uma semana depois de existir apenas em formato de dia aberto. Segundo Margarida Filipe, “ainda que muito bem organizado e que se tentasse abranger diversas áreas, a sociologia merece mais dias e mais tempo para se falar de outros assuntos”. A Semana da Sociologia permite que existam “diferentes ofertas temáticas para que os participantes consigam ter mais conhecimento sobre a área que lhes agrada”, acrescenta.

A semana começa com uma sessão de abertura que conta com a participação do Coral Quecofónico do Cifrão e duas palestras sobre violência nas relações e a comunidade LGBTQIA+. “As pessoas estão muito mais confortáveis para aderirem a este tipo de iniciativas presencialmente e dispostas a vir conhecer e ouvir os oradores”, refere Margarida Filipe. O evento termina com a possibilidade dos estudantes presentes se juntarem para debater os vários temas tratados ao longo da semana.

A presidente do NES/AAC acredita que “todos os temas são reais e atuais e podem enriquecer qualquer estudante universitário”. As sessões dinamizadas ao longo do evento abordam temas desde a xenofobia, o mercado de trabalho e, no fim da semana, as consequências da nova era digital, entre outros. A dirigente afirma que debater “temas tão notórios pode fazer a diferença na UC e na sociedade”.

Margarida Filipe apela à adesão de toda a comunidade estudantil e a que se juntem a “um espaço onde se debatem temas e se conhecem novas realidades e nos quais as outras pessoas se inserem”. Reitera que “a porta está aberta para todos, uma vez que as sessões não estão voltadas apenas para conhecimento sociológico, mas sim para enriquecer qualquer pessoa”.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top