Ensino Superior

Por mais “Transparência na Disciplina”, Lista T candidata-se à CD/AAC

Maríilia Lemos

Beatriz Almeida é a candidata no segundo contingente pela Lista T nas eleições a 24 de fevereiro. “Falta de divulgação e informação” apontada como entrave. Por Filipe Rodrigues

Em entrevista com o jornal A Cabra, Beatriz Almeida, estudante da Licenciatura de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (FDUC) apresentou os objetivos da sua candidatura. A representante da Lista T, candidata-se à Comissão Disciplinar da Associação Académica de Coimbra (CD/AAC) no 2º Contingente, sendo o lema desta lista “Transparência na Disciplina”.

A candidata afirma que a sua candidatura “é de continuidade”, e defende que atualmente “está a ser feito um excelente trabalho”. Beatriz Almeida pretende continuar com o que foi feito, mas refere que “há sempre algo que pode ser aperfeiçoado”. Reitera ainda que a “Académica beneficia-se sempre de celeridade” e que nesse sentido a Lista T visa “aperfeiçoar a democracia na Académica”.

Beatriz Almeida lamenta também “a falta de transparência que leva os estudantes, em muitos dos casos, a não saberem ao certo em quem estão a votar, em que órgão estão a votar ou nem mesmo o que é a Comissão Disciplinar”. Reforça que “é necessário informar os estudantes dos poderes que lhes assistem e dos órgãos a que se devem dirigir para que possam beneficiar de ajuda”.

A estudante explica que “esta falta de conhecimento leva a consequências como a abstenção”. Refere também que “para estes órgãos o apelo à urna é sempre mais difícil, porque não há tanta mobilização, não há tanto conhecimento e as eleições não são tão divulgadas”. Beatriz Almeida finaliza por realçar “a importância de aproximar os órgãos das pessoas e propagar a informação”.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top