Ensino Superior

Pausas letivas em risco na UC

Arquivo

Estudantes Conselheiros apresentam plano para mantimento de interrupções letivas. Plenário do CGUC está previsto para 28 de março. Por Sofia Variz Pereira e Sara Sousa

No dia 23 de fevereiro, os Estudantes Conselheiros publicaram nas redes sociais uma contraproposta acerca do plano da Comissão de Gestão e Governação do Conselho Geral da Universidade de Coimbra (CGG), que visa o fim das pausas letivas.  Esta proposta vai afetar eventos como a Festa das Latas, a Queima das Fitas e ainda as Férias da Páscoa. Através da publicação é possível aceder a um documento no qual está exposta a sugestão da CGG, bem como as alternativas apresentadas pelos estudantes que integram o Conselho Geral da Universidade de Coimbra (CGUC).

Começada em dezembro de 2021, o intuito da discussão por parte da CGG é ter no total 14 semanas de aulas por semestre. Na perspetiva de Madalena Santos, representante do primeiro e segundo ciclos do CGUC, “não é necessário terminar com a pausa letiva para cumprir o objetivo”. Afirma ainda que os Estudantes Conselheiros conseguiram comprovar, com base no documento publicado, este argumento “através do arquivo de calendários anteriores”.

Quando questionada sobre a forma como a proposta da CGG pode vir a afetar os estudantes, Madalena Santos, mestranda em Estudos Europeus, relembra que as várias festas que decorrem nas pausas letivas são “um elemento importante para a situação financeira da Associação Académica de Coimbra e para o comércio local”. Acrescenta também que estes eventos adquirem uma maior relevância por “todo o simbolismo que têm para a AAC, para a cultura da cidade e para a receção aos estudantes”.

Está prevista uma reunião no dia 28 de março um plenário do CGUC para voltar a trazer esta discussão para cima da mesa. Madalena Santos confessa que o motivo da publicação só ter sido feita em fevereiro deve-se ao facto de os “docentes reforçarem a sua intenção de levar a proposta para a frente”. Além disso, acrescenta que “os Estudantes Conselheiros vão esforçar-se para sensibilizar os restantes elementos, docentes e não docentes”.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top