Ciência & Tecnologia

Nova edição do In4Med no Convento São Francisco

Fotografia cedida pelo In4Med

NEM/AAC garantiu cerca de 500 participantes. Palestra de Prémio Nobel da Fisiologia ou Medicina foi principal orador. Por Eduardo Neves

No dia 24 deste mês teve início a décima primeira edição do congresso In4Med, um evento anual, preparado exclusivamente por estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Organizado pelo Núcleo de Estudantes de Medicina da Associação Académica de Coimbra (NEM/AAC), este ano é introduzido o lema “Awakening curious minds, one piece at the time”. A decorrer no Convento São Francisco, o evento conta com mais de 500 participantes tanto portugueses como estrangeiros.

Diana Gonçalves, coordenadora geral do In4Med, faz um levantamento positivo do evento até à data, mas espera ainda “melhorar nos próximos dias”. O congresso planeia então “acordar a criatividade”, para além dos conhecimentos científicos nele inerentes, e “dar também uma vertente humanística, que também é importante na área da medicina”. Diana Gonçalves explica que o tema do evento é direcionado para os estudantes e futuros médicos.

O congresso divide-se em três painéis principais focados em áreas distintas da Medicina. Para tal, conta com vários workshops, concursos e palestras com oradores especializados em diversas áreas. Dos oradores, destaca-se a presença de Gregg L. Semenza, Prémio Nobel da Fisiologia ou Medicina em 2019.

A coordenadora garante que o evento é “um dos maiores da Medicina em Portugal, lado a lado com os passados no Porto e Lisboa”. Adianta ainda que “o In4Med tem crescido bastante e a presença de Prémios Nobel, bem como presenças em artigos de órgãos de comunicação, contribuem para o profissionalismo do evento”. A conciliação do calendário letivo com a organização do evento foi “a maior dificuldade” para a equipa, como explica Diana Gonçalves. Devido ao conjunto ser constituído apenas por estudantes, outras dificuldades passaram pela angariação de verbas e a eventual descredibilização do evento.

Embora pairasse um receio de falta de aderência junto da organização, devido à situação pandémica, o auditório esteve sempre “composto”, como afirmou a coordenadora. Diana Gonçalves afirma que o evento, para além das palestras e concursos, ofereceu ainda um programa social na programação do congresso que consistiram num Jantar de Gala e num ‘Sunset’.  O congresso de 2022 termina no domingo, dia 27, e planeia voltar no próximo ano com uma equipa renovada. De qualquer forma, a coordenadora ambiciona que “a décima segunda edição seja ainda melhor que a anterior”.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top