Cultura

Colégio das Artes dá boas-vindas ao “Viva Brasil!”

Larissa Britto

Exposição explora “temáticas delicadas” da cultura brasileira. Destaque para a utilização da arte crítica. Por Larissa Britto

No ano de comemoração do bicentenário da Independência do Brasil, o Colégio das Artes da Universidade de Coimbra apresenta uma exposição denominada “Viva Brasil!”. A qual tem como ideia central “apresentar o Brasil e tudo que o envolve”, como evidenciou o curador da mostra, Nelson Martins. A exibição teve início no dia 11 de fevereiro e vai ocorrer até 18 de março, e conta com 57 artistas visuais brasileiros que trazem um pouco da sua cultura para apresentar à sociedade conimbricense.

A exposição trata de questões que fazem e/ou fizeram parte da história brasileira como, por exemplo, questões de gênero, indígena e da própria política . Ponto muito importante para Nínive Bianchi, que foi visitar a galeria uma segunda vez. A mesma destaca o seu interesse por “exposições com temática cultural do Brasil”. Enquanto brasileira, Nínive afirma ser “importante ocupar espaços assim em Portugal”. 

Opinião que compartilha com Ana Carolina Pilar, outra espectadora da “Viva Brasil!”, realça a relevância de “brasileiros imigrantes ocuparem estes espaços de arte”. Complementa que a importância da exposição é fundamental para “dar mais abertura à expressão”. E, em decorrência, usar a arte como crítica e destacar “a dimensão da arte para questionar o dia-a-dia, política e tudo que acontece na sociedade”, pontuou Nelson Martins.

O curador destaca que a arte visual contemporânea, exposta no Colégio das Artes, diferencia-se das outras. Mesmo estando presente em outras formas de arte, como teatro, música e poesia, é um “segmento artístico que potencializa a transformação do indivíduo, já que cria um estranhamento, além de estimular as pessoas a fazerem questões”. Comenta também sobre a resposta do público, ressalta que tratou-se de uma “receção positiva, não só pela qualidade das obras e do espaço, mas também pela facilidade que os brasileiros têm de se identificar com as questões abordadas”.

O “Viva Brasil!” conta com “temáticas delicadas, as quais devemos encarar de frente”, como enfatiza Nelson Martins. Continua ao esclarecer que “a arte contemporânea possibilita as conversas sobre tais tópicos, além disso trabalham associadas à algum segmento da vida”. O curador lembra também que a arte visual contemporânea possui um “caráter de inserção em quebrar estruturas, questionar o Estado e fazer as pessoas refletirem no contexto brasileiro e mundial”.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top