All for Joomla All for Webmasters
Cidade

Coimbra não fica de fora: passagem de ano cancelada na cidade universitária

DR Câmara Municipal de Coimbra

“Imprevisibilidade da situação pandémica” leva ao cancelamento dos habituais espetáculos. Investimento de cerca de 200 mil euros apontado para os SMTUC. Por Maria Luísa Santos

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), José Manuel Silva, anunciou, nesta segunda-feira, dia 6, em reunião de Câmara, que as celebrações de fim de ano não se vão realizar nos moldes habituais. “A imprevisibilidade da evolução da situação pandémica não permite avançar em segurança com as comemorações”, esclareceu José Manuel Silva.

Coimbra junta-se assim a cidades como Lisboa e Porto que cancelaram as festas de passagem de ano. No entanto, o presidente da CMC referiu, em declarações à comunicação social, que vai ser feita uma “comemoração mais limitada”.  O autarca não descarta a possibilidade de fogo de artificio ou algum evento de ‘streaming’ para assinalar a data.

Deste modo, a verba tradicionalmente direcionada para as celebrações, que este ano iria rondar os 200 mil euros, vai agora ser aplicada nos Serviços Municipalizados dos Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC). José Manuel Silva realçou que “é urgente melhorar o serviço prestado pelos SMTUC”, visto receberem “queixas diárias”. De acordo com o município, havia, na passada sexta-feira, dia 3, cerca de 43 autocarros parados.

Ainda na reunião de Câmara, Carina Gomes, vereadora do PS, censurou a CMC por “cortar na cultura para investir nos SMTUC”. O presidente da CMC, quando questionado pelos jornalistas, salientou a prioridade do investimento nos transportes públicos, porém realçou que “não está a tirar dinheiro de um lado para pôr no outro”. O autarca frisou ainda que não pretende privatizar os SMTUC.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top