Desporto

Briosa alcança ponto tardio em empate que “sabe a pouco”

Beatriz Jales

Equipa dos estudantes ganha um ponto na luta pela manutenção e mantém 17.º lugar. Pedro Duarte lamenta várias oportunidades de golo perdidas ao longo da partida. Texto e fotografias por Débora Cruz e Beatriz Jales

A Académica defrontou na noite nublada desta terça-feira, dia 28, o Trofense, no Estádio Cidade de Coimbra. A partida, referente à 16.ª jornada da Liga Portugal SABSEG, terminou com um empate a uma bola, com um golo de Caballero no último minuto do jogo. Em relação à última partida, o treinador dos capas negras colocou em campo Mauro Caballero, Pedro Justiniano face às baixas da equipa. Entre as ausências da equipa da casa estiveram João Carlos, João Traquina e Reko que não estiveram presentes na disputa.

A partida começou às 20 horas e a equipa da Trofa adiantou-se no marcador sete minutos após o apito inicial. Depois de um cruzamento da direita e uma assistência de Bruno Moreira, o golo foi marcado com um remate de dentro da área pelo capitão do Trofense, Vasco Rocha. Os cânticos de apoio à equipa da casa pelos adeptos presentes no estádio tornaram-se mais fortes e a Académica revelou-se mais agressiva. Ao pressionar mais o adversário, a equipa dos estudantes cria uma oportunidade de igualar o resultado aos nove minutos, com um cabeceamento de Caballero a ser defendido por Rodrigo Moura.

O Trofense perdeu uma boa oportunidade de golo aos trinta minutos, quando um remate batido fora de área pelo número 29, Vasco Rocha, bateu na trave da baliza de Mika. No que restou da primeira parte, os capas negras criaram várias situações de perigo junto das redes do adversário, com remates de Sodiq Fatai, aos 31 minutos, e David Sualehe, já passados os 45 minutos. O final da primeira parte foi marcado por duas intervenções da equipa médica do Trofense, para assistência a Bruno Moreira e Vasco Rocha.

Na segunda parte, a equipa dos estudantes foi mais agressiva e dinâmica no ataque e conseguiu controlar mais a bola no meio campo contrário. A primeira chance para virar o jogo surgiu aos 47 minutos com um canto marcado por João Pedro, mas o remate de Toro foi afastado pelos defesas adversários. Aos 50 minutos foi a vez de Fatai tentar a sua sorte depois de um passe de Toro, mas o guarda-redes da Trofa conseguiu afastar o perigo.

Aos 55 minutos a Briosa fez a primeira substituição do jogo, com Michel Lima a ocupar o lugar de Mimito Biai e aos 62 minutos Hugo Seco deu lugar a Costinha. O jovem academista mexeu com o lado esquerdo do ataque com boas investidas à baliza adversária. Os estudantes controlavam o jogo com bola, com várias oportunidades para empatar a partida. No entanto, a equipa visitante assustava por vezes no contra ataque com oportunidades para consolidar a vantagem no marcador.

No minuto 82, Fábio Vianna assustou a equipa adversária com um remate de fora da grande área que embateu no poste da baliza de Rodrigo Moura. No minuto seguinte, um novo remate foi desferido por Costinha, mas o guarda-redes do Trofense afastou de novo o perigo. O empate surge na última jogada do encontro, aos sete minutos do período de compensação, com o remate de Caballero após um cruzamento de Justiniano para a pequena área.

Em conferência de imprensa, o treinador do Trofense, Francisco Chaló, confessou que houve erros e incongruências por parte da sua equipa, na primeira parte do jogo, que deram “alento à Académica”. O treinador adversário contestou o golo dos estudantes ao declarar que o “jogo já deveria ter terminado quando a Académica marcou”. Porém, o técnico sublinha que nos segundos 45 minutos a equipa “voltou estrategicamente bem” e alcançou um resultado “próximo do bom”.

Apesar de reconhecer o mau início de jogo, o treinador dos capas negras destacou a “alma e a qualidade” que a equipa mostrou durante toda a partida. Ainda assim, o empate alcançado “sabe a pouco”, na opinião do técnico estudantil. Acerca da ausência de importantes nomes para a Briosa no jogo, Pedro Duarte afirmou que foi possível “arranjar soluções” e jogar com uma “boa dinâmica”. O treinador revelou-se otimista em relação ao crescimento dos seus jogadores e salientou a “entrega, caráter e compromisso” que demonstraram na partida.

O próximo jogo da Académica vai ser disputado contra o Farense, a contar para a 17ª jornada, com data a definir.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top