All for Joomla All for Webmasters
Desporto

Primeira vitória cada vez mais distante para Briosa

Mateus Rosário

Estudantes mantêm sequência de derrotas na Liga Portugal SABSEG. Capas negras perderam pela primeira vez em casa para os “bês” portistas e permanecem em último na classificação. Por Larissa Britto e Mateus Rosário

Enfrentaram-se, na manhã deste domingo, as equipas da Académica e do Porto B, no Estádio Cidade de Coimbra. Este jogo, em atraso, é referente à oitava jornada da Liga Portugal SABSEG. A equipa visitante saiu vitoriosa do duelo, pela primeira vez, na casa do adversário. Os estudantes somam agora seis derrotas consecutivas na temporada. Além de Christian que abandonou o clube, o treinador João Carlos Pereira relegou para o banco Pedro Justiniano e João Pedro. Nos seus lugares entraram Fábio Vianna, que jogou a central, João Lucas completou o meio-campo e João Carlos que foi o ponta de lança da equipa.

O primeiro toque da bola aconteceu às 11 horas e a equipa treinada por João Carlos Pereira desejava sair da sequência de derrotas e conquistar a sua primeira vitória na Segunda Liga. A primeira parte ficou marcada por investidas das duas equipas sem oportunidades claras de golo até ao minuto 18, com uma bola ao poste direito de Bernardo Folha da equipa adversária. 

Mor Ndiaye, na sequência de um mau alívio da defesa da Académica, abriu o placard para a equipa visitante ao minuto 29 com um míssil em direção à baliza de Mika, sem chances para o guarda-redes da Briosa. Em resposta, aos 34 minutos, a equipa conimbricense iguala o resultado após uma troca de passes na pequena área, de disputa acirrada pela bola e finalização de João Carlos, que marca o seu terceiro golo na liga. Antes de soar o apito final da primeira parte, David Sualehe recebeu o primeiro cartão amarelo do confronto. 

No segundo tempo, os “bês” portistas regressaram com uma estratégia mais ofensiva e encontraram o caminho para o golo logo ao minuto 49. O capitão, Silvestre Varela, devolveu a vantagem para os jovens dragões, após conseguir uma receção do cruzamento de Léo Borges e de disputar a bola com David Sualehe. O guarda-redes Mika fica sem reação ao ver a bola atravessar a baliza pelo seu lado esquerdo. 

Os minutos seguintes foram marcados por várias tentativas de golo por parte da Académica enquanto os visitantes assumiram uma postura mais defensiva, ao baixar as linhas, para garantir a vantagem. O Porto B dispôs, apesar de tudo, de outra grande oportunidade pelos pés de Bernardo Folha que disparou ao lado do poste da baliza de Mika ao minuto 53.

Os estudantes forçaram jogadas pelas laterais e incursões pelo centro junto à área dos azuis, sem efeito até o final da partida. Destaca-se a chance desperdiçada de João Carlos aos 65 minutos que, após passe de Fatai, isola-se frente ao guarda-redes adversário que impede o empate da Académica. Os visitantes insistiram ainda com Bernardo Folha aos 67, mas desta vez foi Mika quem negou o golo aos dragões.

Mateus Rosário

O resultado no Calhabé prejudica a tarefa da Académica de conseguir os nove pontos para sair da posição de despromoção. A Briosa permanece como último classificado e segue sem saborear a vitória na Liga Portugal SABSEG.

O técnico do Porto B, António Folha, considera que o jogo foi equilibrado, e que podiam ao longo do jogo “tirar partido da intranquilidade” da Académica. Referiu ainda ter alterado o sistema, para “jogar em 4-4-2, dando liberdade ao Varela”. 

Por seu lado, o treinador da Briosa, João Carlos Pereira, afirma que a Briosa foi “melhor que o Porto”, mas houve mérito na vitória do adversário. Reclamou ainda melhores condições do relvado dado que o desleixo é notável e o próprio foi “tapar buracos” durante o aquecimento para o duelo.

O próximo jogo da Académica é no dia 28 de novembro, às 19h30 frente ao Sporting da Covilhã, a contar para a 12ª jornada da liga.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top