Cidade

Coimbra participa em evento nacional sobre cidades inteligentes

Fotografia cedida por Ana Morais

‘Stand’ da autarquia reúne entidades locais. Vereador acredita que evento pode trazer benefícios à cidade. Por Alexandra Guimarães e Cristiana Reis

A Câmara Municipal de Coimbra vai participar no “Portugal Smart Cities Summit” 2021, o maior evento nacional sobre cidades inteligentes, a decorrer entre os dias 16 e 18 de novembro na Feira Internacional de Lisboa. No expositor da autarquia vão estar presentes instituições e empresas da cidade que se destacam nos ramos da tecnologia, desenvolvimento sustentável e inovação.

O vereador da Câmara Municipal de Coimbra, Miguel Fonseca, considera que a participação no evento é um reconhecimento de que esta é uma “cidade inteligente” graças às entidades envolvidas que “procuram assegurar o bem-estar e a qualidade de vida dos cidadãos”. A participação deste ano juntou pela primeira vez empresas que trabalham na área das cidades inteligentes com as grandes instituições de ensino superior. Miguel Fonseca refere que o projeto “alia a vertente empresarial com a vertente do conhecimento”. No evento estão presentes a Universidade de Coimbra, o Instituto Politécnico de Coimbra e o Instituto Pedro Nunes.

Produtos locais da cidade de Coimbra, como a cerveja e a doçaria do concelho, também vão marcar presença no ‘stand’ da autarquia. Miguel Fonseca destaca esta “convivência entre a área mais digital e das tecnologias da informação com uma vertente mais tradicional”.

No programa do ‘stand’ constam atividades como a divulgação do #CoimbraCityLab, um projeto da autarquia que apresenta Coimbra como “um laboratório vivo de inovação tecnológica, com potencial para passar da experimentação à prática”, como explica o vereador. O evento conta ainda com um concurso num simulador de corrida de automóveis, desenvolvido em Coimbra, cujo prémio será entregue pelo piloto internacional conimbricense Filipe Albuquerque.

Miguel Fonseca reforça a importância desta iniciativa para o futuro, referindo que “é expectável que, até 2050, três quartos da população mundial resida em cidades”. O vereador relembra ainda que esta evolução deve ser feita tendo em conta a sustentabilidade na utilização dos recursos.

Quanto aos benefícios da participação da cidade dos estudantes no “Portugal Smart Cities Summit”, Miguel Fonseca destaca a “oportunidade de posicionar Coimbra na área das cidades inteligentes, uma área em crescimento”. O evento “vai projetar Coimbra, as suas empresas e instituições, tanto a nível nacional como internacional”, acrescenta o vereador, que acredita na possibilidade de adesão de outras empresas à área do desenvolvimento inteligente.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top