All for Joomla All for Webmasters
Ciência & Tecnologia

“Detetives das Emoções”: saúde mental e a infância

Silvia Santos

Projeto reúne FPCEUC, CINEICC e Centro Hospitalar de Tondela-Viseu. Iniciativa procura ajudar crianças com sintomas depressivos e de ansiedade. Por Francisco Barata e Simão Moura

Está a decorrer o programa “Detetives das Emoções” destinado a crianças dos seis aos 13 anos que apresentem problemas de ansiedade e/ou depressivos. O projeto é conduzido por uma equipa da Universidade de Coimbra (UC) e procura a validação do método para a população portuguesa.

A experiência decorre ao longo de 15 sessões, de 90 minutos cada, assistidas por dois profissionais, em que as crianças são acompanhadas pelos pais. Brígida Caiado, coordenadora do projeto, espera uma “redução dos sintomas depressivos e de ansiedade nas crianças”, bem como dar-lhes a capacidade de controlar os seus sentimentos. Procura-se também dar aos pais “estratégias para lidar com essas emoções”.

A equipa pretende que este estudo seja mais alargado do que um projeto piloto realizado o ano passado. A coordenadora explica que “não basta vermos se as crianças melhoraram de antes para depois da intervenção”. Neste sentido, está em curso outro programa em paralelo chamado “ABC das Emoções” com o objetivo de comparar os resultados. “Há outros fatores que podem ter influenciado esta melhoria, como a simples passagem do tempo”, justifica.

A iniciativa decorre na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da UC (FPCEUC), no âmbito de uma investigação no Centro de Investigação em Neuropsicologia e Intervenções Cognitivo-Comportamentais (CINEICC). O programa conta também com o apoio do Centro Hospitalar de Tondela-Viseu e de agrupamentos de escolas da zona centro. As inscrições estão abertas até ao final do ano civil.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top