Cultura

A bússola hoje apontou para o Recinto

Tomás Barros

Nenny apresenta músicas do álbum de estreia “Aura”. Público “incomparável” deixa marca em Julinho KSD. Por Tomás Barros e Joana Carvalho

Mesmo com um começo tardio, foi pela 1h que o palco Fórum Coimbra acolheu dois dos artistas mais aguardados pela edição da Queima das Fitas de 2021. Nenny e Julinho KSD trouxeram calor a uma noite MegaHits marcada pelo frio, como já tem sido costume, na Praça da Canção.

A primeira aparição da noite foi Nenny, nome artístico de Marlene Tavares, ‘rapper’ e compositora portuguesa. A artista apresentou temas do seu primeiro álbum “Aura”, começando pela “21”, passeando por canções como “Lion” e “Sushi” e, por fim, encerrando com a “Bússula”.

Logo de seguida, o foco recaiu sobre Júlio Lopes, também conhecido por Julinho KSD, que se juntou aos estudantes em ambiente festivo, com o seu primeiro tema da noite, “Intro Panha Mau”, da sua estreia a solo “Sabi na Sabura”.

Em conferência de imprensa, Julinho KSD confessa que o lançamento do seu novo álbum “está a ter grande ‘feedback’ e a receber bastante afeto” por parte dos seus ouvintes. O cantor acredita que o seu público partilha esse sentimento através das suas histórias e do apoio que têm dado nos concertos.

Quando questionado sobre o regresso aos palcos no pós-pandemia, Julinho KSD considera que está a ser positivo. “Estivemos a formar uma banda bem diferente de 2019, antes tínhamos só um DJ”, explica. Tem sido um momento de aprendizagem, de acordo com o cantor. Os dois anos de pausa fizeram com que o cantor começasse a trabalhar no estúdio e produzir assim o seu novo álbum.

A energia dos estudantes contagiou Julinho KSD, que considera o público conimbricense incomparável. “Foi lindo”, confessa. Sobre novos projetos, o artista deixa tudo em aberto sobre se vão ser a solo ou em conjunto.

O palco Fórum Coimbra despediu-se ainda nesta noite gelada dos estudantes com a atuação do Coral Quecofónico do Cifrão. O dia de amanhã reserva para a cidade de Coimbra os cabeças de cartaz Zanova, Karetus e Mandragora.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top