All for Joomla All for Webmasters
Cidade

Voluntariado hospitalar da Liga Portuguesa Contra o Cancro volta ao CHUC

Carlos Almeida

Atividade esteve parada durante 19 meses devido à pandemia Covid-19. Eva Bizarro declara que “é muito bom regressar”. Por Inês Rua

O voluntariado hospitalar do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) teve início hoje, dia 20 de setembro, no Edifício São Jerónimo do  Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC). A decorrer nos Serviços de Hospital de Dia de Oncologia e de Radioterapia, as pessoas voluntárias retomam agora o seu contributo para humanização da assistência a doentes oncológicos. 

Com duração há sete anos no referido edifício, este programa esteve parado desde finais de fevereiro de 2020, fruto da conjuntura pandémica. Eva Bizarro, vogal da Direção do Núcleo Regional do Centro  da LPCC, explica que foi uma medida necessária para garantir a segurança dos doentes e dos voluntários. 

O plano de retoma garante a salvaguarda e o cumprimento das regras de saúde pública para o controlo da Covid-19. Para tal, a equipa do voluntariado vai ser submetida a testes de despistes prévios e regulares. Assegurados os procedimentos e equipamentos individuais de proteção, a LPCC garante a higienização diária das batas e demais equipamentos. 

Neste momento, a equipa conta com quatro pessoas voluntárias. Estes elementos têm como função apoio na prestação de informações, orientação, acompanhamento e suporte emocional. Além disso, uma vez que não existe bar, são também fornecidos bens alimentares aos doentes e acompanhantes. “Há pessoas que vêm de muito longe para estar aqui às sete horas e é confortante poderem ter algo para comer”, refere a vogal. 

A condição de voluntário implica a candidatura através do site LPCC para qualquer pessoa. Antes de iniciar a atividade, a pessoa candidata tem de realizar o curso aberto pela instituição para voluntariado. Esta formação visa muni-los de conhecimentos e informações sobre a LPCC e o seu papel bem como qual deve ser o seu comportamento e a sua ação enquanto voluntário. 

Eva Bizarro realça o arranque positivo desta segunda-feira, uma vez que “é muito bom regressar, toda a gente ficou muito contente com o regresso”. Enquanto também voluntária, denota que “isso faz pensar que o trabalho realizado é bem aceite e valorizado”. 

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top