All for Joomla All for Webmasters
Cultura

“Summertime” fecha o verão com jazz no Jardim Botânico da cidade

Arquivo

Grupo vocal feminino, “Jogo de Damas”, estreia-se em Coimbra este sábado. Depois de dois concertos positivos, o festival termina com repertório de diversos estilos ao ar livre. Por Carina Costa e Jéssica Terceiro

Após as edições anteriores, em agosto de 2017 e 2018, o ciclo de concertos de jazz “Summertime” regressou a Coimbra no início deste mês. Marcado para as 18 horas deste sábado, o último concerto do festival leva música ao Jardim Botânico, com a atuação do grupo vocal de jazz “Jogo de Damas”, estreando-se na cidade conimbricense. Em coprodução com a União de Freguesias de Coimbra e da Cultura e Risco, o evento decorre ao ar livre e a organizadora Margarida Mendes Silva garante “um pôr do sol num dos espaços mais emblemáticos da cidade”.

O grupo musical “Jogo de Damas”, formado em 2009 no Porto, é constituído por quatro vozes femininas, Barbara Francke, Fátima Serro, Gabriela Braga e Sameiro Sequeira. Cantam em harmonia vocal e o seu repertório abrange diversos estilos desde o Jazz, à Bossa Nova e ao Pop, alternando temas ´à capella´ com temas complementados por instrumentos musicais. Serão ainda acompanhadas por um trio de Jazz composto por Paulo Gomes no piano, Miguel Ângelo no contrabaixo e Acácio Salero na bateria.

No que toca aos concertos anteriores de Indra Trio e do pianista João Paulo Esteves da Silva, a organizadora do festival afirma que o ‘feedback’ “foi positivo e que foi muito apreciado pelo público”. Margarida Mendes Silva complementa que “a musicalidade e a sonoridade das performances também se adequam, de uma forma muito feliz, com o próprio espaço ao ar livre e a natureza em volta”.

O ciclo que nas duas edições anteriores decorreu no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, viu-se obrigado a mudar de cenário devido às obras de conservação e à pandemia. Este ano, a organizadora certifica que o novo palco permite que “as pessoas estejam confortáveis e seguras”, assegurando o distanciamento de lugares. Apesar de ocorrer ao ar livre, Margarida Mendes Silva relembra ainda que o uso de máscara é obrigatório.

Os bilhetes do evento têm um preço único de 12€ e podem ser adquiridos na sede da União de Freguesias de Coimbra, de segunda a sexta, no horário de expediente. Para quem quiser adquirir o bilhete no próprio dia do concerto vai ter que se dirigir à entrada lateral do Jardim Botânico entre as 16 e as 20 horas.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top