All for Joomla All for Webmasters
Cidade

QuintAAL tenta atenuar a solidão em idades mais avançadas

Fotografia gentilmente cedida por Sofia Madureira

Iniciativa do CASPAE cria rede de suporte e apoio a seniores. “Botão SOS” permite que familiares consigam ajudar os idosos, em caso de emergência, à distância. Por Carina Costa

Um novo projeto promovido pelo Centro de Apoio Social de Pais e Amigos (CASPAE) pretende combater o isolamento social que muitos idosos têm vindo a sentir. Com o nome “QuintAAL”, a iniciativa destina-se a mais de duzentos idosos, que tenham mais de 65 anos e que se encontrem no concelho de Coimbra.

Sofia Madureira, coordenadora geral do projeto, explica que a atividade assenta em duas vertentes. Para já está a ser “fornecido meios tecnológicos aos beneficiários do projeto, que garantem as suas necessidades básicas de segurança e saúde, assim como um contacto entre os idosos e familiares ou cuidadores”. A iniciativa pretende também organizar “ações de capacitação em diversas áreas como a saúde, a literacia digital e a segurança, que são importantes na fase de vida em que os idosos se encontram”.

A coordenadora assegura que a reação ao projeto tem sido “muito positiva”. “A chegada da pandemia veio agravar o sentimento de isolamento que já muito idosos sentiam” e, desta forma, reconhece a urgência deste apoio. Com a nova fase de desconfinamento, espera que seja possível colocar em marcha as “ações de capacitação e promover o convívio, ainda que em grupos pequenos”.

O QuintAAL tem também um “botão SOS” que é fornecido a todos os seus beneficiários. Este é um “dispositivo semelhante a uma chave de um carro” que os idosos têm ao pescoço e, caso se sintam mal, “podem pressionar e é feito automaticamente uma chamada para quem está encarregue dos seus cuidados”, descreve a coordenadora. O equipamento tem também um sensor de queda que, ao sentir o impacto, distribui um alerta para os números previamente identificados.

O equipamento permite que os cuidadores “consigam intervir de forma rápida, para evitar situações complicadas em que os idosos não consigam pedir socorro”, esclarece Sofia Madureira. “É uma maneira de à distância e com toda a segurança, conseguir este descanso para os cuidadores e familiares”, acrescenta.

O projeto, que começou em maio de 2020, vai ter uma duração de 3 anos e conta com a parceria do Centro Sócio-Cultural Polivalente de S. Martinho, do Centro Paroquial de Bem-Estar Social de Almalaguês e do Centro de Apoio Social de Souselas. A iniciativa é financiada pelo Programa de Parcerias para o Impacto, do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, no âmbito da Iniciativa Portugal Inovação e Social. O QuintAAL é também cofinanciado pela União Europeia.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top