All for Joomla All for Webmasters
Desporto

Série de empates da Académica dificulta contas da subida

Julia Floriano

Estudantes registam quarto empate consecutivo. Treinador mantém a confiança na subida para a Primeira Liga apesar dos resultados. Texto por Andreia Júlio e fotografias por Julia Floriano 

Nesta manhã de sábado, 10 de abril, as equipas da Académica e do Porto B defrontaram-se no jogo que marcou a abertura da 28ª jornada da Segunda Liga. O confronto decorreu no Estádio Cidade de Coimbra e terminou com um empate a um entre a briosa e o Porto B.O resultado permite às equipas somarem apenas um ponto, o que se traduz em 49 pontos para Académica, provisoriamente em terceiro lugar, e 25 pontos para os portistas que continuam em risco de despromoção. 

Na partida deste sábado, o técnico Rui Borges apresentou apenas uma alteração em relação ao jogo contra o Sporting Clube da Covilhã, alterando o meio campo ofensivo através da mudança de Ricardo Dias com Diogo Pereira, devido à acumulação de amarelos. Os visitantes para esta partida contaram mais uma vez com a presença dos “reforços” da equipa principal, Carraça, Malang Sarr e João Mário.

Os estudantes entraram na primeira parte confiantes e acabaram por criar mais iniciativas e dominar os primeiros momentos da partida, com um golo anulado aos 5 minutos por fora de jogo. Com um bom início de jogo o golo acabou por surgir pelos pés de Bouldini, com o atacante marroquino a abanar as redes dos visitantes depois de um contra-ataque iniciado por Sanca, pondo em vantagem os estudantes. Vantagem essa que não durou muito tempo, pois aos 17 minutos da primeira parte Mor Ndiaye igualou o resultado. O médio senegalês aproveitou um ressalto de um canto batido por Carraça e acertou nas redes dos homens da casa. 

O jogo continuou dinâmico entre as duas equipas. Apesar de terem começado com dificuldades, os visitantes conseguiram reagir e pressionaram os defesas anfitriões.

A Académica dispõe, aos 22 minutos, de um cabeceamento de Bouldini após canto cobrado por Traquina que acaba por sair por cima da baliza azul e branca. O Porto B contou ainda com uma oportunidade por Carraça que aos 27 minutos bate um livre forte na trave da baliza de Mika.

Na reta final da primeira parte o Porto B, após a atribuição de um cartão amarelo ao defesa central dos estudantes Silvério Silva, chegou quase a virar a partida depois da marcação de um livre indireto dentro de área pela parte de Carraça que tentou enganar o guarda-redes mas sem sucesso. Os visitantes foram acentuando o seu domínio enquanto que a Académica se mostrou mais recaída. Nos últimos minutos de compensação, através de um passe longo de Mika, os anfitriões quase dão a volta ao resultado num contra-ataque bem orquestrado pela equipa visitada. 

A segunda parte começou sem alteração nas equipas, destacando-se apenas a presença de Zé Castro no banco de suplentes da briosa depois de lesão prolongada. A segunda parte não se mostrou tão equilibrada como a primeira, sobressaindo a equipa dos dragões.

 Apesar das investidas da equipa da casa , os visitantes mostraram mais eficácia e capacidade de pressão. Aos 50 minutos, Boateng num contra-ataque rápido dispara contra Mika, que impede o golo do avançado portista. Os jogadores da briosa ainda tentaram criar perigo no jogo mas acabavam por perder a bola no ataque. Sanca depois dos 50 minutos num movimento rápido ainda consegue rasgar a área adversária mas acaba por ser travado pela defesa portista. Guima aos 56 minutos cria uma iniciativa de golo mas acaba por ter o seu passe intercetado por um defesa.

A meia hora do final Bouldini sofreu uma falta de Sarr que resultou num cartão amarelo para o defesa francês. Pouco tempo depois, Bouldini também recebe um cartão ao tentar jogar de forma perigosa a bola, assim como Fabiano Silva já no final da partida. Danny Loader ainda tentou aos 70 minutos dar vantagem à equipa visitante mas acabou por não ter êxito.

No cair do pano a equipa visitante continuou a pressionar os estudantes, valeram as intervenções regulares do guarda-redes Mika. Perto dos 80 minutos de jogo, João Marcelo rematou para boa defesa de Mika na sequência de um canto. Depois de 3 minutos de compensação, o resultado acabou mesmo por ser um empate. 

No final da partida, o treinador dos azuis e brancos António Folha afirmou que apesar do resultado, a equipa conseguiu fazer um jogo equilibrado, sublinhando o desempenho na segunda parte. “Podíamos ter chegado ao segundo golo”, acrescentou. 

O treinador da briosa, Rui Borges na conferência de imprensa realçou a qualidade, atitude e compromisso que os jogadores tiveram na primeira parte. Contudo, também ressaltou a “falta de qualidade e clareza nas decisões do jogo” durante a segunda parte. O técnico dos estudantes apesar dos resultados recentes mostra-se confiante na luta por um lugar na primeira liga. ”Temos de ter uma mentalidade forte e de vencedor”, refere.

Depois do empate com os jovens dragões, os homens da casa vão ter pela frente mais seis partidas até ao final do campeonato. Os estudantes voltam a entrar em campo no próximo domingo dia 18 de abril às 11h15, desta vez contra o Casa Pia.  

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top