All for Joomla All for Webmasters
Cidade

Comemorar e “Cumprir Abril!” em Coimbra

Fotografia gentilmente cedida pelo Ateneu de Coimbra

Celebração da data da libertação de Portugal do regime de ditadura festejada na cidade dos estudantes. Além de uma concentração popular, atuações de grupos teatrais e entrevistas são iniciativas destacadas. Por Ana Rita Baptista e Jéssica Terceiro

Foi no passado dia 18 de abril que se iniciaram as comemorações do 25 de abril promovidas pelo Ateneu de Coimbra, juntamente com mais de 50 outras organizações da cidade. A iniciativa vai decorrer até ao final de abril ou início do mês de maio, como se verificou nas edições passadas, não tendo ainda a data de encerramento oficial. Ao contrário do ano anterior, em que as celebrações não foram permitidas, este ano vai realizar-se uma concentração popular no dia 25, pelas 15 horas, na Praça da Canção. Este será um ajuntamento que respeita as normas de segurança, como explicou Beatriz Rosa, membro da direção do Ateneu de Coimbra. 

O lema escolhido para as comemorações deste ano é “Cumprir Abril!” e este é um dos objetivos que as organizações da celebração esperam cumprir. Como explicou a integrante  do Ateneu, pretendem “fazer uma ponte entre gerações”, as que viveram a revolução e as do pós 25 de abril, para assim se “defender” o que foi conseguido pela data. Para Beatriz Rosa, o “Cumprir Abril!” e a Revolução são assim cumpridos, com este recordar e defesa, pois “todos os dias aquilo que foi ganho está ameaçado”.

Com transmissões ‘online’ e em direto desde dia 18, são ainda diversos os grupos a participar nesta celebração. São alguns deles a Tuna Soulense, a Associação Recreativa e Musical de Ceira e o Coro Misto da Universidade de Coimbra. Estas transmissões podem ser assistidas a partir da página de Facebook do Ateneu, onde o público pode interagir a partir de comentários e reações. O membro da direção apela ainda aos mais novos a participar nesta concentração e nas iniciativas, pois reconhece que “esta necessidade de comemorar Abril é para garantir que as gerações futuras não deixem de reconhecer aquilo que a Revolução nos trouxe”.

Para já, com o filme “Raiva” de Sérgio Tréfaut e de seguida o debate do Ateneu, o público e os organizadores mostram um ‘feedback’ bastante satisfatório. Beatriz Rosa expressa o seu contentamento com a iniciativa, na medida em que “na primeira transmissão houve um total de 80 visualizações, o que comparado a uma sala de cinema, parece ser muito bom”.

Na noite de 24 para 25 a habitual festa no Ateneu de Coimbra ainda não vai ser realizada de forma presencial, mas está prevista uma celebração ‘online’ na página de Facebook do Ateneu. 

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top