All for Joomla All for Webmasters
Ensino Superior

Reitoria da UC confirma que edifício da AAC vai sofrer alterações ainda este ano

Arquivo

Requalificação da Associação Académica de Coimbra abrange a totalidade do edifício. Eletricidade, cobertura e infiltrações são alguns dos problemas apontados durante a avaliação dos espaços. Por Cátia Beato

O início desta semana ficou marcado com a mensagem de que a Universidade de Coimbra (UC) vai avançar, ainda este ano, com obras no edifício da Associação Académica de Coimbra (AAC). O assunto, colocado pela Direção-Geral da AAC (DG/AAC) em reuniões com a própria reitoria da universidade, levou a uma parceria entre ambos e à construção de um projeto de requalificação do edifício-sede a concretizar no presente ano civil.  

Para o presidente da DG/AAC, João Assunção, este não é um assunto em que lhe “cabe estabelecer uma causa-efeito” mas que, é o assumir de um compromisso feito durante a campanha eleitoral. “A nós enquanto direção-geral compete-nos  meter o assunto em cima da mesa e foi isso que fizemos”, afirma. Considerando-se como um utilizador recorrente dos espaços, o dirigente sabe as condições em que se encontra, e que, por isso mesmo, era preciso “dar uma vitalidade nova ao edifício-sede”. 

O “primeiro passo”, que João Assunção refere ser o regulamento da gestão dos espaços da Associação Académica de Coimbra, já foi dado e a avaliação do espaço que está projetada já começou a ser feita. “À primeira vista, recomendaria a cobertura” sugere o presidente, que também salienta outras problemáticas como as infiltrações e a eletricidade pois “são problemas que metem em causa a segurança e a estabilidade dos utilizadores do edifício-sede”.

O presidente da DG/AAC destaca a UC pela sua compreensão perante o problema e a sua recetividade em assumir de imediato que “iria ajudar a DG/AAC a realizar estas obras”. “A Associação Académica de Coimbra é um edifício que faz parte do património da UC, do Estado e da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura”, acrescenta.

Numa entrevista à Centro TV o Reitor da Universidade de Coimbra, Amílcar Falcão, afirma que o levantamento das necessidades e prioridades será feito pela própria AAC e só depois é que a UC saberá como intervir. Para o reitor são “várias as ideias em cima da mesa”, mas em princípio as obras a serem feitas serão na zona da cobertura. “A partir do momento em que tivermos essa componente completa, desceremos pelo edifício para outro tipo de obras”, refere.

Ambos os dirigentes garantem que as obras vão começar em 2021, pois “é o que está planeado acontecer”, alega João Assunção. Devido à pandemia a intervenção  “pode ser suspensa durante algum tempo, mas vai ser feita este ano”, confessa o presidente da DG/AAC que tem grandes expectativas de que no mês de fevereiro já tenham novos avanços. Para João Assunção o importante foi dar o primeiro passo e como este já foi feito então “sem dúvida que a primeira obra que está projetada ainda decorrerá este ano”.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top