All for Joomla All for Webmasters
Desporto

Bouldini volta a faturar e Académica conquista mais três pontos

Estudantes aproveitaram o deslize do Feirense para alargar a distância para o terceiro classificado. Há seis jogos que a equipa não perde em casa. Texto e fotografias por Ivana Freitas e Inês Leite

A Académica defrontou o Clube Desportivo de Mafra nesta segunda-feira, no Estádio da Cidade de Coimbra, numa partida a contar para a 15ª jornada da Segunda Liga Portuguesa. Num jogo de poucas oportunidades, Mohamed Bouldini, o melhor marcador da liga, apontou o único golo do encontro. O treinador Rui Borges manteve o 11 inicial do jogo anterior contra o Arouca, ao contrário da equipa comandada por Filipe Cândido, que fez quatro alterações.

Os primeiros 15 minutos da partida foram equilibrados em termos de posse de bola, apesar da equipa visitante criar mais perigo à baliza de Mika. Contudo, a primeira chance foi da Académica com um remate de Guima que saiu ao lado do alvo no sétimo minuto da partida.  No minuto 23, o Mafra criou perigo através de um lance individual de Bruno. 

Os estudantes começaram a pressionar alto à procura do erro defensivo do adversário e ao minuto 31, Bouldini, na sequência de um pontapé de canto, cabeceou por cima da barra. No final da primeira parte, Ricardo Dias, médio da Académica, comete falta à entrada da área e recebe cartão amarelo. Em suma, as equipas tiveram escassas ocasiões de golo durante os primeiros 45 minutos.

No segundo tempo, a Académica entrou melhor e esteve sempre mais próxima da baliza de Carlos Henriques, apesar de não ter criado grandes oportunidades de golo. Aos 64 minutos, na sequência da marcação de um livre à entrada da área, a bola sobra para Ricardo Dias que a desvia para a zona onde se encontrava Bouldini que abriu o ‘placard’ com um pontapé de bicicleta. O lance foi contestado pela equipa de Mafra, por um alegado fora de jogo. No minuto seguinte ao golo, Fabinho quase faz o segundo dos estudantes após defesa incompleta do guarda-redes, mas um defesa do Mafra cortou a bola em cima da linha de golo.

A equipa conimbricense esteve por cima na segunda parte, no entanto, o Mafra conseguiu criar perigo no minuto 83, obrigando Mika a aplicar-se. O coletivo de Rui Borges respondeu com uma boa jogada entre Traquina e Sanca, que rematou para a defesa de Carlos Henriques. Sem mais chances de relevo para nenhuma das equipas, a Académica acabou por somar mais uma vitória em casa.

No final da partida, o treinador do Mafra, Filipe Cândido, afirmou que “as equipas passam por ciclos” e relembrou o forte início de época em contraste aos últimos seis jogos, onde a equipa não saiu vitoriosa. Neste momento o objetivo da equipa é a “manutenção na liga”. 

Já o técnico da Académica considerou que a equipa “não teve calma na primeira fase de construção nem para criar chances”. Rui Borges explicou ainda que procurou retificar durante o intervalo o comportamento da equipa na pressão sobre o adversário. Questionado sobre o mercado de transferências, garantiu que a equipa não está à procura de reforços, e realçou a importância da estabilidade do coletivo atual. 

Na 16º jornada, a Académica vai até ao Seixal para defrontar o Benfica B, em encontro marcado para o próximo sábado, dia 16.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top