All for Joomla All for Webmasters
Ensino Superior

Lista G perpetua “força das gerações”

Arquivo

Cenário pandémico aumenta taxa de abstenção. Para os novos dirigentes, participação estudantil é fundamental. Por Julia Floriano e Marília Lemos

A Lista G, encabeçada por João Assunção e João Lincho, vence por unanimidade as eleições do dia 19 de Novembro. As presidências da Direção-Geral da Associação Académica de Coimbra (DG/AAC) e da Mesa da Assembleia Magna da Associação Académica de Coimbra (MAM/AAC) vão ser assumidas até o final do semestre letivo. Os dois candidatos eleitos atribuem a elevada taxa de abstenção às dificuldades impostas pelo cenário pandémico atual.

Para ambos, a vitória nas eleições “concretizou um sonho em realidade”. João Lincho acrescenta que, além da satisfação, sente uma “enorme responsabilidade” por agora representar cerca de vinte e três mil estudantes. O novo presidente da DG/AAC admite viver “um dos momentos mais felizes da vida”, pois cresceu a admirar a Académica. “É um orgulho representar a AAC e fazer parte de um conjunto de personalidades importantes na história da Associação e do país”, confessa. 

No que tange o aumento da taxa de abstenção de votos nessas eleições, João Assunção acredita ser resultado do cenário pandémico atual. Segundo o líder da Lista G, mais da metade da comunidade estudantil não é natural de Coimbra, portanto esperava-se uma maior ausência nas urnas. João Lincho acrescenta que as limitações provenientes de questões profiláticas e a redução de deslocamentos contribuíram para o número reduzido de votantes.

Os novos dirigentes comemoram o êxito em todas as urnas. Para João Lincho, a expressividade da vitória deve-se ao facto dos estudantes se identificarem com o projeto da lista. “A Académica de Gerações” propõe abordar temas mais atrativos na Assembleia Magna, além de proporcionar uma participação mais ativa em discussões sociopolíticas. 

Para o primeiro mês de mandato, prevê-se um tempo de adaptação da nova equipa e o apuramento do que deve ser tratado com prontidão. A DG/AAC planeia para Dezembro um protocolo que promova a aproximação do futebol profissional com AAC. Além disso, prioriza-se a organização da estrutura interna da AAC, a fim de dividir de forma “equitativa e justa” os espaços do edifício, destaca João Assunção. Já a MAM/AAC, segundo o seu novo presidente, pretende focar em “atrair os estudantes à Assembleia”, sem deixar de lado as medidas de segurança. 

O slogan “Académica de gerações” é, para João Assunção e João Lincho, a união da  Academia, estudantes e da “força das gerações”, que foram fundamentais para a construção da AAC. O novo presidente da DG/AAC agradece a participação de todos os que compareceram às eleições, pois “demonstraram que a chama da democracia permanece vigorosa dentro da Academia de Coimbra”.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top