All for Joomla All for Webmasters
Cidade

Um “estendal solidário” que pretende tornar Coimbra um pouco mais quente

cedida por nepcess/aac

“Frio não tens de passar, este agasalho podes levar” é mote da atividade promovida pelo NEPCESS/AAC. Ação solidária aconchega a cidade pela segunda vez. Por Carolina Fernandes

Apesar de o inverno estar a chegar ao fim, as temperaturas mais baixas ainda se fazem sentir. Foi a pensar em quem mais as sente que o Núcleo de Estudantes de Psicologia, Ciências da Educação e Serviço Social da Associação Académica de Coimbra (NEPCESS/AAC) levou às ruas de Coimbra a atividade “Giro Noturno”. A ação de caridade ocorreu na passada quarta-feira, dia 26 de fevereiro.

Como explica a coordenadora do pelouro de intervenção cívica e social do NEPCESS/AAC, Inês Santos, trata-se de um “estendal solidário” disposto a dar agasalho aos mais necessitados. “A nossa esperança é que sejam tanto sem-abrigo como famílias carenciadas que precisem de roupa quente a usufruir”, esclarece. As peças de roupa estão, assim, à mercê de quem as quiser levar. A coordenadora conta que a intenção é dar “total liberdade e privacidade às pessoas” para levarem aquilo de que necessitam, sem “serem julgadas”.

Desde a Praça 8 de Maio até à Portagem, passando pela estação Coimbra-B e pela Avenida Fernão Magalhães corre uma corda de roupa. As peças de inverno estendidas são doações feitas por estudantes. Inês Santos confessa: “Tivemos imensa roupa. Foram quatro carros com a mala cheia!”.

Para Ricardo Oliveira, saxofonista habitual nas ruas da Baixa e residente em Coimbra, os projetos “mais pequeninos não resolvem o problema da pobreza, mas ajudam a combatê-la”. O conimbricense deixa como sugestão a criação de um espaço onde os mais carenciados possam ter uma refeição gratuita ao final do dia. “Um grupo de pessoas, voluntárias ou não, que procedessem à recolha de bens alimentares, fornecidos pelos lojistas locais”, exemplifica.

Este “Giro Noturno” acontece na cidade pelo segundo ano consecutivo e pretende repetir-se, quer no próximo inverno, quer noutras estações do ano. “Neste segundo semestre, vamos realizar uma recolha de objetos de higiene ou de alimentos”, adianta Inês Santos. Contudo, ainda não está definido se os bens vão ser doados a uma instituição ou novamente às ruas de Coimbra.

Fotografias por Rodrigo Branco e Andreia Coelho

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top