All for Joomla All for Webmasters
Desporto

Mafra quebra ciclo de vitórias caseiras da Académica

Briosa empata em casa e vê negada a possibilidade de se aproximar dos lugares de subida. Barnes Osei foi expulso e deixou os estudantes reduzidos a dez desde o minuto 65. Texto e fotografias por Jade Sanglard e Pedro Teixeira Silva

Foi numa manhã fria de sábado que a Académica recebeu o Mafra, atual terceiro classifcado do campeonato perante 2436 espectadores. O jogo entre os melhores ataques da Liga Pro, ambos com 31 golos apontados, terminou a zeros e ditou uma divisão de pontos. Os estudantes, que já levavam quatro vitórias consecutivas em casa, não conseguiram ter pontaria suficiente para fazer mexer as redes adversárias. O treinador da Académica, João Carlos Pereira, apresentou apenas uma mexida no onze – retirou Marcos Paulo, por castigo, e colocou João Mendes.

A Briosa foi a primeira a tentar inaugurar o marcador, através de um remate de João Mendes, à passagem do segundo minuto de jogo. A resposta dos visitantes surgiu através de Zé Tiago, antigo médio da Académica, com dois remates perigosos, aos quais o guarda-redes Mika interviu com qualidade. Barnes Osei foi o jogador mais inconformado dos estudantes, dispôs de várias chances de golo e levou a bola aos ferros da baliza adversária em duas ocasiões.

A primeira parte  teve um Mafra com maior percentagem de posse de bola, mas sem concretizar esse domínio, com os lances mais perigosos a pertenceram à Académica. Barnes era o alvo dos passes longos dos estudantes, a apostar na rapidez do extremo adaptado a avançado móvel, que por duas vezes atirou ao poste da baliza defendida por João Godinho. Nos últimos 15 minutos do primeiro tempo, o jogo não teve tanta história e o Mafra limitou-se a ter mais bola. A Académica foi, ao longo dos 45 minutos iniciais, uma equipa com um futebol mais direto e objetivo, tentando colocar bolas nas costas da defesa contrária.

A segunda parte trouxe uma toada mais morna ao encontro. As equipas pareciam estar a jogar no erro, com a Académica a apresentar um bloco mais baixo e compacto, dando a iniciativa ao Mafra, que aparentava sentir-se desconfortável com a bola. Ao minuto 62, Barnes Osei surge isolado perante João Godinho, mas acaba por desviar a bola com a mão, para a tirar do alcance do guarda-redes do Mafra. O ganês, que já havia visto um amarelo aos oito minutos, viu João Gonçalves mostrar-lhe o segundo e o consequente vermelho.

Com a estratégia da Académica a ruir, bem como qualquer ambição de poder sair com os três pontos, João Carlos Pereira optou por dar maior rapidez ao ataque estudantil e reforçar ainda mais as bolas longas, retirando Chaby e lançando Lacerda para a frente de ataque. Minutos mais tarde, acabaria também por estrear Brito, ainda que sem consequências para o filme do encontro.

Já na fase final do jogo, Ruben Freitas dispara fora de área e a bola passa junto ao poste esquerdo da baliza de Mika, sendo o lance mais perigoso do segundo tempo. Apesar do controlo do jogo, o Mafra não conseguiu chegar com critério à área da Académica. De salientar, que este foi apenas o segundo jogo no campeonato em que o Mafra não marcou golos.

O técnico do Mafra, Vasco Seabra, defendeu que a sua equipa foi superior ao longo dos 90 minutos. Salientou que é “o 13º jogo sem perder” e que embora não tenham conseguido finalizar, fizeram um bom trabalho. Acabou, no entanto, por sentir que “a Académica ganhou um ponto, ao passo que o Mafra perdeu dois”. Já João Carlos Pereira afirmou que “a Briosa foi superior na primeira parte e cumpriu o plano trabalhado durante a semana”. O técnico acredita que se tratou de um duelo entre duas grandes equipas, e que os seus jogadores estão de parabéns, pois colocaram grandes dificuldades ao adversário, e passaram 25 minutos a jogar em inferioridade numérica.

Na próxima jornada, os estudantes deslocam-se à Madeira para defrontar o Nacional, atual primeiro classificado da Liga Pro. Com o resultado de hoje, a Académica fica a seis pontos do segundo posto, lugar de subida à Liga NOS, ainda que à condição, pois Estoril e Farense ainda não jogaram nesta jornada.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top