All for Joomla All for Webmasters
Desporto

Basquetebol da AAC ambiciona subir de posição na tabela da Proliga

Fotografia cedida por SB/AAC

Equipa sénior da SB/AAC é uma das duas equipas da Proliga a competir na Taça de Portugal. Presidente e treinador priorizam apuramento para os ‘playoffs’ da Proliga. Por Francisco Barata e Beatriz Monteiro Mota

A equipa sénior da Secção de Basquetebol da Associação Académica de Coimbra (SB/AAC) encontra-se na quarta posição da Proliga, correspondente ao segundo escalão. A equipa vai competir para a Proliga, no sábado, com a Academia do Lumiar e, domingo, defronta o Barreirense em jogo a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal.

O treinador principal da turma estudantil, Ivo Rego, esclarece que é dada prioridade ao jogo de sábado. “É o primeiro jogo e é o mais importante, além da Academia do Lumiar ser um concorrente direto aos objetivos da equipa”, explica. O presidente da SB/AAC, João Frazão, sublinha que “a chegada a esta fase foi um feito” e que “vão partir para os dois jogos com a mesma convicção, não obstante a importância que é conferida a cada um”.

A Académica partilha com a equipa do Imortal a participação simultânea na Proliga e a disputa dos oitavos de final da Taça de Portugal. O presidente da SB/AAC demonstra-se satisfeito e orgulhoso perante a prestação da equipa. Destaca ainda a dificuldade do jogo do próximo domingo em que os estudantes, com apenas dois atletas estrangeiros, vão defrontar um adversário com cinco norte-americanos no plantel.

João Frazão assegura que há um “bom clima na equipa”, em que universitários, coabitam com os dois ex-estudantes norte-americanos num ambiente harmonioso. O capitão da equipa, Krassimir Pereira, ressalva que a semelhança de idades facilita a interação com os jogadores estrangeiros.

No que diz respeito à restante temporada, o denominador comum entre presidente da SB/AAC e treinador foca-se no objetivo da manutenção na Proliga e da posição de ‘playoff’. João Frazão confessa que uma possível subida à liga profissional seria tão satisfatório como preocupante. Ivo Rego explica que a competitividade é maior pelo facto de descerem quatro equipas na Proliga. “O sonho comanda a vida e vamos sonhar até ao fim”, conclui o treinador.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top