All for Joomla All for Webmasters
Ciência & Tecnologia

Anos de estudo transformaram-se em três minutos na Casa das Caldeiras

Xavier Soares

Doutorandos dos 23 aos 65 apresentam teses em três minutos. Epilepsia é tema do projeto vencedor. Por Antónia Fortunato e Xavier Soares

A sala da Casa das Caldeiras encheu esta tarde para a primeira edição do “3 Minute Thesis” na Universidade de Coimbra (UC). O concurso desafia estudantes a simplificar a sua tese numa apresentação de três minutos. O evento de hoje corresponde à segunda fase da competição, que culmina numa apresentação em Montpellier, França.

Mauro Pinto, aluno da Faculdade de Ciências e Tecnologias da UC (FCTUC), foi o selecionado desta etapa com o projeto “Será que o teu algoritmo de Inteligência Artificial consegue prever ataques epiléticos e explicá-los a um médico?”. O vencedor foi escolhido por um júri composto por especialistas de várias faculdades. Segundo o regulamento da prova, os critérios abrangiam a compreensão do tema, o conteúdo científico e a capacidade de comunicação do orador.

Na fase inicial, 35 pessoas submeteram os seus vídeos para consideração do júri. Para Ana Santos Carvalho, representante da comissão organizadora da UC, este foi um número positivo, dado existirem “35 estudantes com vontade de se dedicarem ao projeto”. Deste número inicial, vinte foram selecionados para a eliminatória de hoje. A apresentação de Mauro Pinto, gravada ao vivo pela organização, vai ser enviada para apreciação do júri internacional. Ana Santos Carvalho explica que, de todas as universidades a concurso, apenas três concorrentes vão ser selecionados para  apresentar em junho, na fase final.

A importância deste tipo de eventos é, para a organizadora, “dar a conhecer à comunidade o que se investiga na UC”. Mauro Pinto completa ao afirmar que, por exemplo, para a Ciência avançar é preciso haver comunicação. Ana Santos Carvalho realça ainda que esta é uma oportunidade para os alunos de doutoramento “se desafiarem a eles próprios”. A organizadora do evento conta que na primeira edição existiu grande variedade de temas, como Direito, Letras e Saúde. “Temos pessoas dos 23 até aos 65”, completa.

Os participantes da segunda fase do concurso tiveram acesso à “Formação UC 3MT”, para os ajudar a fazer a sua apresentação e aprender a comunicar assuntos científicos. O vencedor afirma que, entre a primeira e segunda fases, mudou “de forma radical” a sua abordagem devido à formação recebida.

O prémio final do “3 Minute Thesis” é a atribuição de um valor monetário por parte do Coimbra Group, constituído por várias universidades de toda a Europa. Este consórcio  tem como objetivo conseguir dinamizar o ensino e o desenvolvimento de conhecimento na Europa, afirma Ana Santos Carvalho.  

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top