All for Joomla All for Webmasters
Ensino Superior

Famílias portuguesas acolhem estudantes estrangeiros

Francisco Barata

“Viver um Natal diferente” é o objetivo do programa. Projeto pretende alcançar cada vez mais alunos e famílias. Por Francisco Barata

A Erasmus Student Network Portugal (ESN Portugal) está a encetar uma iniciativa à escala nacional que permite a estudantes do programa de mobilidade Erasmus+ passar o Natal com uma família portuguesa. É a primeira vez que o projeto “Natal com Famílias Portuguesas” vai ter uma abrangência nacional. Este vai contar com a participação de todas as associações pelas quais a federação é constituída.

“O objetivo é chegar aos estudantes que não conseguem voltar a casa neste período e permitir-lhes passar um Natal diferente”, conta a gestora de comunicação da ESN Portugal, Beatriz Lamy. “Muitas famílias repetem a experiência de acolher estudantes e gostam de partilhar com eles aquilo que fazem em casa no Natal”, salienta.

A presidente da ESN Portugal, Joana Ribau Almeida, afirma que o propósito do programa é “dar apoio a quem cá está, mesmo que na cidade do estudante não haja uma secção da organização”. Para além disso, pretende-se “unificar o movimento e tentar expandi-lo ao máximo”. A presidente menciona também a existência do projeto “Páscoa para famílias portuguesas”, iniciativa que surgiu devido à “procura das pessoas para participar neste tipo de programas”.

“Pretendemos que os estudantes fiquem a gostar não só do país, mas também da tradição europeia”, reitera Beatriz Lamy. A gestora menciona ainda que os estudantes têm a oportunidade de “partilhar um pouco da sua cultura, para além de vivenciar a portuguesa”. Acrescenta que este é um projeto “para crescer e para atingir cada vez mais estudantes e famílias”.

Uma casa internacional é a vantagem que o programa oferece na perspetiva de Joana Ribau Almeida. “As trocas culturais, a tolerância e a apreciação pelo outro com opiniões completamente diferentes” é também uma mais-valia para a comunidade local que recebe o estudante estrangeiro, afirma a dirigente.

Rita Carapinha, uma das voluntárias da ESN Portugal, recebeu estudantes internacionais em sua casa. Conta que a experiência “foi muito gratificante” e que no final do programa os estudantes “faziam parte da família”. A voluntária confessa que ainda “troca cartas e presentes de aniversário” com alunos do programa Erasmus+ que acolheu.

A iniciativa conta com a divulgação por parte das 15 associações da ESN Portugal. Estas partilham os ‘links’ de inscrição no projeto de modo a que tanto estudantes como famílias possam aderir ao programa. A preferência na localidade e o número de pessoas que a família aceita acolher, são alguns dos critérios que a associação tem em conta. Beatriz Lamy informa que, após a fase de inscrição, a ESN Portugal “entra em contacto com os inscritos para fazer uma correspondência entre os estudantes e as famílias”. Esta termina a 16 de dezembro.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top