All for Joomla All for Webmasters
Cidade

Coi(mbra)sitas de fim de semana | 23 e 24 de novembro

Gabriel Rezende

Passado, presente e futuro estão ao toque da mão e ao escutar dos ouvidos. Conheça a agenda de 23 e 24 de novembro. Por Luísa Tibana

Cai a chuva do Choupal até à Lapa, mas “Caminhos” vão-se construindo e trazendo o calor humano à cidade. Neste fim de semana conimbricense, natureza já não é só pano de fundo, é também tema a se discutir. Da música clássica moldava ao experimentalismo ibérico, é isto o fim de semana em Coimbra.

23 DE NOVEMBRO

A recomendação da manhã de sábado distingue-se não apenas pelo espaço, mas também pela temática: as rochas. A XXV Feira Internacional de Minerais, Gemas e Fósseis da Universidade de Coimbra chegou esta sexta-feira ao Largo do Marques de Pombal e pretende lá ficar até ao fim do domingo. O ponto de encontro é no Colégio de Jesus, lar do Departamento de Ciências da Terra. A feira vai das 10 às 20 horas e tem entrada livre.

Também os que se preocupam com a ecologia marcam presença nos eventos de fim de semana. Qual o papel das árvores na cidade? Como se comportam as várias espécies em contexto urbano? Estas são algumas das perguntas a serem respondidas por Helena Freitas, professora catedrática do Departamento de Ciências da Vida, e pela arquiteta Mónica Alexandra. A tertúlia “Árvores em Espaço Urbano” é aberta ao público e decorre entre as 15 e as 18 horas, no Departamento de Ciências da Vida.

Com a abertura da 25ª edição do Festival Caminhos do Cinema Português, a produção cinematográfica portuguesa aproxima-se do coração de Portugal. No sábado, o evento tem início às 15 horas com a Seleção Caminhos, que abarca a exibição de cinco curtas ficção. Às 17h30, a categoria tem continuidade e conta com uma animação, quatro curtas ficção e um curta documentário. Em seguida, começa a Seleção Ensaios, dedicada ao cinema de escola.

O Caminhos conta ainda com a Seleção Outros Olhares, categoria dedicada à multiculturalidade do país e ao confronto entre o novo e a tradição. Logo depois, às 21h45, produções voltadas à Seleção Caminhos voltam a ser exibidas. Às 22 horas, a sessão Caminhos Mundiais apresenta obras produzidas em Portugal, Moçambique e França. A noite termina com uma sessão de filmes de terror. O evento vai ser realizado no Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV) e o passe geral custa 30 euros.

O sábado termina ao som do ‘power trio’ João Vieira, Rui Maia e Fernando Sousa. Às 22 horas, o Salão Brazil recebe a banda X-Wife para uma hora de muita música. O concerto comemora o 15º aniversário do seu primeiro álbum, “Feeding the Machine”. Presenciar toda a energia do grupo em uma noite de regresso às origens custa dez euros.

24 DE NOVEMBRO

Além do cinema, o domingo conta com uma programação especial para os amantes da música. Às 16 horas, no Salão Brazil, João Francisco apresenta o trabalho “Pelo tempo dentro”. As músicas do cantor cruzam a realidade do Portugal rural de 1923 com tradições anglo-saxónicas e proporcionam uma viagem pelas várias fases da vida.

A partir das 17h30, tem lugar no Pavilhão do Centro de Portugal um evento que promete cativar os amantes da arte. “À Redescoberta da Música Moldava” tem início com um concerto realizado pela Orquestra Clássica do Centro em conjunto com as pianistas Ecaterina Baranov e Rita Namorado, sob a direção do maestro Jan Wierzba. O evento, com continuidade na segunda-feira, conta com um concerto, um recital e uma exposição de pintura e cultura moldava.

O domingo traz consigo a continuação do Caminhos. Até às 22 horas, os horários mantêm-se tais como os de sábado. O festival começa às 15 horas com a Seleção Caminhos, seguida da Seleção Ensaios e da Seleção Outros Olhares. Às 21h45, a Seleção Caminhos volta a ser exibida e, logo após a exibição da categoria Caminhos Mundiais, o evento termina com uma sessão de reposição na qual cinco curtas ficção vão ser exibidos novamente.

No fim da noite, Lina e Raül Refree, em participação na 10ª edição do Misty Fest, apresentam o disco produzido em conjunto. O bilhete geral custa dez euros, mas há um desconto de dois euros para estudantes, maiores de 65 anos e grupos a partir de dez pessoas. O ponto de encontro é no Convento São Francisco, pelas 21h30.

Com Gabriel Rezende

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top