All for Joomla All for Webmasters
Desporto

[II Liga] Académica vs Nacional – os estudantes, um a um

O bitaite de hoje manifesta uma manhã para esquecer, no fundo. Houve incompetência num domingo pós-Mandarim e, ainda, uma reflexão deixada pelo mister Cesar Peixoto, na opinião de João Pimentel. Fotografias por Paulo Sérgio Santos

Tiago Pereira – 3

Imaginem a seguinte situação. Contratam-vos para uma empresa. Nessa empresa têm colegas não muito competentes e outros competentes. Os que são competentes, embora se esforcem, se a borrada for muita, pouco ou nada conseguirão fazer.

Mike – 2

Pode não ter sido o pior da defesa. Mas não consigo dar mais a ninguém daquele setor.

Yuri Matias – 1

Não sei mesmo por onde começar. Lembram-se dos elogios que foram feitos ao nº 44 quanto à sua prestação da época transata? Será isso que lhe anda a fazer mal ou são mesmo os copos de Gin que Yuri bebe sábado à noite na balada do Mandarim? Não sei porquê, mas pela quantidade de água que bebeu hoje de manhã, inclino-me mais para a segunda hipótese.

Silvério – 1

Se o João Real quiser, já somos dois a querer.

Mauro – 1

Passa muito por aqui o jogo adversário.

Ricardo Dias – 3

Foi o que foi e não fugiu muito ao que costuma ser.

Leandro Silva – 1

Não está, de todo, a atravessar uma boa fase. Mas quem aqui está? Quanto a este jogo, Hugo Miguel fez-lhe um favor e acabou por expulsá-lo.

Ki – 1

O César é nosso amigo e acabou por nos poupar 45′ de sofrimento.

João Mendes – 3

A manhã começou por não correr bem ao jovem estreante. Porém, com o desenrolar da partida, melhorou a olhos vistos e acabou por estar na melhor jogada da Briosa e fazer a assistência para o golo de Chaby.

Chaby – 5

Um peixe grande ou médio num aquário pequeno? Hoje foi médio, mas foi o que bastou para se destacar entre os demais. Fez um golo, teve bons pormenores e acabou por aguentar os 90 minutos.

Derik Lacerda – 2

Azar.

Traquina, Hugo Almeida e Dany – 2

Era o que havia disponível para tentar dar a volta à situação.

Cesar Peixoto – 4

Encontra-se numa posição delicada. Terceira derrota consecutiva da sua equipa. Não sei o que será mais complicado. Se levantar o ânimo dos seus atletas ou se explicar aos quatro defensores como se deve sair com bola. É bonito de se ver um jogo com bola pelo chão. Mas, é um pesadelo quando se tenta fazer um jogo de posse desde a defesa quando a mesma não o consegue executar.

Deixou ainda uma reflexão no ar: será que o problema da Académica, em quatro anos, foi sempre do treinador ou há outras coisas?”. Qualquer coisa assim.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top