Cultura

Tarde, mas chegou: eis o cartaz da Queima das Fitas 2019

Diogo Machado e Nino Cirenza

Artistas da “Think Music” e “BridgeTown” e festa conceptual “Revenge Of The 90’s” são destaque. Comissário de produção reitera que “apesar de tudo, a Queima não é só as noites de parque ou os artistas”. Por Nino Cirenza e Diogo Machado

Esta terça-feira, 23 de abril, foram revelados os nomes que vão estar presentes no queimódromo. Em conjunto com o cartaz do Palco RUC, a principal ideia é “a aposta em artistas emergentes”, explica o comissário de produção, Miguel Raimundo.

O Palco Fórum Coimbra vai contar com famosos nomes da cena musical portuguesa. A produtora “Think Music”, que se tem estabelecido no ‘hip-hop’ português, trabalha com nomes como ProfJam e Mike El Nite, dois dos artistas anunciados. Apesar de um orçamento reduzido, a Queima das Fitas vai ainda contar com Mishlawi e Plutónio, da produtora “BridgeTown”, especializada nos géneros de ‘hip-hop’ e ‘R&B’.

Outras atrações da música portuguesa são os Expensive Soul, no dia 4 de maio, e o já habitual Quim Barreiros, dia 5 de maio. Nas palavra de Miguel Raimundo, “uma das principais confirmações” é a presença do projeto “Revenge Of The 90’s”, no dia 10 de maio. Acrescenta que é “um conceito diferente, que obteve uma ótima receção a quando da publicação nas redes sociais”.

No âmbito da música electrónica, esta edição conta com Putzgrilla, Stereossauro, DJ Ride e Karetus. Miguel Raimundo aproveitou a ocasião para anunciar que no dia 7 de maio vai ser realizado um ‘after-party’ nos jardins da Associação Académica de Coimbra (AAC), com Tiago Fragadeiro. O último dia do evento vai contar com “um ‘sunset’ dirigido por Luís Pinheiro e KURA”, explica o comissário de produção.

Uma das surpresas para a edição que marca o centenário da Queima das Fitas é a noite dedicada à Secção de Fado da AAC (SF/AAC), a 6 de maio. Assim, a Orquestra Típica e Rancho da SF/AAC, a Estudantina Feminina de Coimbra da SF/AAC, a Orxestra Pitagórica, o Grupo de Cordas da SF/AAC, o Grupo de Fado “Capas ao Luar”, o Grupo de Fado “Ad aeternum” e, por fim, a Estudantina Universitária de Coimbra, vão tomar conta do palco principal.

Pelo décimo ano consecutivo, a presença do Palco RUC promete trazer um “cartaz abrangente e diferenciado para agradar a todos”, refere João André Oliveira, representante da Rádio Universidade de Coimbra (RUC). ‘Hip-hop’, ‘eletrónica’, ‘rock and roll’, ‘kuduro’ e ‘jazz’ são os estilos musicais apresentados no palco alternativo.

Quanto à demora na divulgação do cartaz, Miguel Raimundo apela para a essência do evento. “A Queima das Fitas é um evento universitário muito maior que as noites de parque e os artistas”, finaliza.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top