All for Joomla All for Webmasters
Ensino Superior

Para o NERIFE/AAC, o “mundo é um CIRCUS”

Inês Nepomuceno

Evento surge da necessidade de discutir o presente para mudar o futuro. Convidados como António José Seguro e Azeredo Lopes pretendem trazer um contributo de excelência para o debate. Por Maria Monteiro

Durante os dias 12, 13 e 14 de abril vai decorrer, sob iniciativa do Núcleo de Estudantes de Relações Internacionais da Faculdade de Economia da Associação Académica de Coimbra (NERIFE/AAC), o evento “Create International Relations Change – CIRCUS”. As palestras e debates terão lugar na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra.

O evento foi criado com o objetivo de lançar o desafio a cientistas políticos, economistas, engenheiros, gestores, juristas, sociólogos e estudantes de completar o mote “Times of”. Segundo Alexandre Ferreira, membro do NERIFE/AAC, “a cultura do evento consiste em juntar diferentes áreas do conhecimento e pô-las a refletir em conjunto”. Os temas apresentados nas palestras são os da atualidade, mas a sua abordagem também permite desenvolver o pensamento para o futuro.

A ideia para o nome desta conferência surgiu, de acordo com Alexandre Ferreira, na ideia de “criar uma metáfora da sociedade de espetáculo”. Segundo o membro do núcleo, a necessidade de dar às pessoas um evento que lhes transmite o que elas precisam de ouvir sobre o mundo atual “vem contrastar com algumas iniciativas que lhes dizem o que elas querem ouvir”. “Para nós, o mundo é hoje um CIRCUS”, anuncia o NERIFE/AAC em comunicado.

As intervenções dos palestrantes vão ser, de acordo com Alexandre Ferreira, “do género de Ted Talks”. O orador vai ter o palco para si mesmo e vai haver espaço no final para perguntas da plateia. Na opinião do membro do NERIFE/AAC, “a ideia é deixar o palestrante falar sem nenhumas interrupções, para não se perder muito tempo”. O evento conta com a intervenção de oradores como Klaus Dodds, professor de geopolítica na Universidade de Londres, António José Seguro, antigo secretário-geral do Partido Socialista, e José Alberto Azeredo Lopes, ex-ministro da Defesa, entre outros.

Os estudantes também têm direito de intervir ao longo dos três dias de evento. Alexandre Ferreira conta que, no último dia, vai realizar-se o “Call for Actions”, momento que vai dar plataforma a qualquer estudante para subir ao palco e ter cinco minutos para fazer uma intervenção.

De acordo com o comunicado do núcleo, a complexidade da atualidade e a multiplicidade de pontos de vista são os maiores desafios dos debates que o CIRCUS vai enfrentar. Apesar disso, é “ao entender melhor o mundo e os nossos tempos que vamos ser melhores agentes de mudança”, frisa Alexandre Ferreira.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top