All for Joomla All for Webmasters
Desporto

Hóquei da AAC luta para não patinar

Imagem gentilmente cedida pela SH-PA/AAC

Vitória na última partida permite permanência acima da linha vermelha. Capitão garante que a formação tem condições suficientes para disputar qualquer jogo. Por Paulo Cardoso e Carolina d’Oliveira

No último sábado, dia 30 de março, a equipa sénior masculina da Secção de Hóquei em Patins e Patinagem Artística da Associação Académica de Coimbra (AAC) venceu ao HC Maia por 4-2. O treinador da equipa, Pedro Ferreira, considera que os três pontos conquistados foram “muito importantes”, pois a equipa encontra-se numa posição “complicada na tabela classificativa”.

O capitão Gonçalo Oliveira assume que “a equipa de hóquei está, neste momento, a passar por um posição ingrata” por estar posicionada em 11º lugar com 24 pontos. Porém, afirma que o grupo tem condições para “disputar qualquer jogo”, apesar de classificar a época “atribulada”. Por outro lado, o treinador acrescenta que “este jogo deu três pontos muito importantes para a AAC”, dado que nesta posição na tabela classificativa, “qualquer ponto é importante”.

Imagem gentilmente cedida pela SH-PA/AAC

Em relação às dificuldades na 2ª divisão, “o campeonato na zona norte é muito competitivo”, declara Pedro Ferreira. Ao abordar as dificuldades da equipa refere que na primeira volta houve “algumas adversidades, devido ao facto de o grupo estar incompleto, devido a lesões”. Na segunda volta, as coisas estão “melhores”, uma vez que os atletas recuperaram e querem ajudar.

O treinador refere que a preparação dos jogos é realizada três vezes por semana e que os treinos são “programados e pensados”.

O capitão realça que a AAC tem “imensas modalidades e as pessoas acabam por dispersar imenso”. No entanto, garante que a adesão de espectadores aos jogos é positiva, mesmo tendo noção de que “é difícil cultivar uma onda negra de apoio em todas as modalidades”. A equipa sénior masculina de hóquei em patins vai defrontar, na próxima jornada, a Associação Académica de Espinho (AAE) que se encontra na quarta posição da tabela classificativa. Este encontro vai ter lugar no dia 13 de abril e Pedro Ferreira afirma que a AAE é uma equipa “extremamente complicada, muito bem organizada”, mas assume estar preparado para as dificuldades que o grupo vai encontrar.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top