All for Joomla All for Webmasters
Ensino Superior

Trotinetes Flash chegam a Coimbra pelas mãos da AAC

Paulo Cardoso

AAC celebra parceria com ‘startup’ europeia de trotinetes elétricas. ‘Vouchers’ e descontos oferecidos aos estudantes são incentivo à utilização dos veículos amigos do ambiente. Por Paulo Cardoso e Maria Salvador

Foi hoje apresentada a parceria entre a Associação Académica de Coimbra (AAC) e a Flash Trotinetes. Este contacto aconteceu “há cerca de duas semanas”, como informou Daniel Azenha, presidente da Direção Geral da AAC (DG/AAC), em declarações nos Jardins da casa. A circulação deste meio de transporte em Coimbra foi autorizada pela Câmara Municipal de Coimbra (CMC) em dezembro de 2018, numa colaboração com a empresa Lime.

João Vasconcelos (à esquerda) celebra acordo com Daniel Azenha (à direita).
Fotografia por Paulo Cardoso

A empresa, que já se encontra ativa em Faro e Lisboa, pretende estender o ramo da micromobilidade aos cidadãos de Coimbra. O presidente do conselho consultivo da Flash (Chairman of the Advisory Board) João Vasconcelos, refere que a escolha desta cidade no alargamento do projeto se deve ao facto de “Coimbra estar associada à inovação tecnológica”. Para além disto, a grande comunidade de estudantes foi também uma razão atrativa, uma vez que “os principais utilizadores das trotinetes são os jovens”, acrescenta.

Esta forma de micromobilidade, caracterizada por ser elétrica, partilhada e inteligente, “vem reduzir a utilização do carro pessoal” porque permite a realização de distâncias curtas, refere João Vasconcelos. O gerente geral da Flash (General Manager), Félix Peterson, explica que esta parceria acontece no seguimento da preocupação dos estudantes com as alterações climáticas, porque “os jovens são os primeiros a perceber os problemas do ambiente”. “Esta é uma tecnologia 100% elétrica e verde” afirma Daniel Azenha, em concordância.

Não sendo a única empresa de micromobilidade no mercado, a Flash assume-se como uma ‘startup’ europeia que fabrica os seus próprios equipamentos. Segundo a mesma, o que diferencia as trotinetes da concorrência é a sua aplicação “Flash Trotinetes”, que se adapta a cada cidade. “As necessidades de mobilidade em Coimbra não são iguais às de Lisboa ou de Faro”, justifica João Vasconcelos. Além disso, “este meio de mobilidade está preparado para as calçadas e estradas típicas dos centros históricos da Europa”, acrescenta. Amortecedores, suspensão à frente, rodas maiores, um sistema de travagem mais seguro e uma boa iluminação são as características funcionais dos equipamentos referidas pelo presidente do conselho consultivo da Flash. Estes veículos apresentam ainda mais conforto, uma base para o telemóvel e uma entrada USB para carregamentos.

A parceria que resulta do interesse de colaboração desta ‘startup’ europeia com a AAC vem, segundo Daniel Azenha, “beneficiar os estudantes de Coimbra”. Para incentivar o uso estudantil das trotinetes, vai ser dada a oportunidade de adquirir ´vouchers’ de experimentação nas redes sociais da AAC. “Vão ser oferecidos aos estudantes 2000 cupões com cinco viagens grátis”, ilustra. Os estudantes poderão ainda usufruir de 50% de desconto na viagem, se estacionarem os veículos num dos vários pontos da rede de estacionamento, que estão previamente definidos pela empresa e pela CMC.

Félix Peterson (à esquerda), Daniel Azenha (ao centro) e João Vasconcelos (à direita).
Fotografia por Paulo Cardoso

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top