All for Joomla All for Webmasters
Ciência & Tecnologia

Coimbra promove contacto entre neurociências e cidadãos

Gentilmente cedida por Ana Teresa Viegas

Programação variada pretende atrair público de todas as idades. Estilo de vida saudável na promoção de um cérebro mais ativo dá tema ao evento. Por Inês Casal Ribeiro e Maria Salvador

Arrancou na passada segunda-feira, dia 11 de março, a 16ª edição da Semana Internacional do Cérebro promovida pelo Centro de Neurociência e Biologia Celular (CNC) e pelo Instituto de Investigação Clínica de Coimbra da Universidade de Coimbra. Desvendar alguns mitos sobre a área das neurociências e aproximar o público dos cientistas são, segundo a responsável pelos projetos educativos e de envolvimento da sociedade do CNC, Ana Teresa Viegas, principais objetivos do evento que se estende até ao dia 17 de março.

À semelhança de anos anteriores, os organizadores candidataram-se a um financiamento da Federação Europeia de Neurocirurgia e da DANA ‘Foundation’. Este ano “concorremos com um projeto diferente para promover estilos de vida saudáveis que resultem num cérebro mais ativo e numa melhor qualidade de vida”, explica Ana Teresa Viegas. É a partir deste ponto que surge o tema desta edição da Semana Internacional do Cérebro, ou seja “A Hora do Cérebro”.

A programação do evento vai além da Semana Internacional do Cérebro, prolongando-se ao longo de todo o mês. Algumas iniciativas promovidas envolvem a deslocação de neurocientistas a escolas, centros de dia e a universidades séniores. Além disso, vão realizar-se conversas sobre a área durante viagens nos SMTUC, ‘quizzes’ relacionados com a neurociência e ainda a rúbrica ‘Selfie Science’ de forma a promover a partilha de vídeos sobre investigações em neurociências nas redes sociais. Ana Teresa Viegas esclarece que a organização ambiciona diversificar o seu público alvo, ao apostar numa dinamização da programação.

Espaços como a FNAC e o café Aqui Base Tango foram os escolhidos para chegar à sociedade de uma forma mais eficaz. “As pessoas interessam-se e aprendem de forma mais fácil se inserirmos a ciência em atividades que já decorrem na sociedade”, afirma a responsável pelos projetos educativos e de envolvimento da sociedade do CNC. Um dos pontos mais importantes da semana Internacional do Cérebro passa pela tentativa de “transmitir literacia científica e aproximar a sociedade dos investigadores”, enfatiza Ana Teresa Viegas. Entender a origem das doenças neurodegenerativas, decorrentes do aumento da esperança média de vida, mas também a forma como podem ser tratadas são preocupações dos investigadores, pois “este é o objetivo do centro de neurociências”, finaliza.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top