All for Joomla All for Webmasters
Cultura

Nova antena para as 33 primaveras da RUC

Inês Morais

Custos foram arcados pela UC. Emissão especial marcada para a tomada de posse do novo reitor, Amílcar Falcão. Por Daniel Pascoal

Após quatro meses da passagem da tempestade Leslie, que destruiu a antena da Rádio Universidade de Coimbra (RUC), aproxima-se o momento em que o público vai poder voltar a sintonizar a 107.9 FM. Em conferência de imprensa, o presidente e a vice-presidente da rádio universitária, João Aveiro e Sandra Tavares, comunicaram que o processo de implementação da nova antena deve ser concluido até o final de fevereiro. O programa comemorativo do trigésimo terceiro aniversário também foi apresentado, com a ideia de que a emissão FM já esteja a funcionar.

Enquanto a transmissão através da estação de rádio está indisponível, a vertente online é o unico meio pelo qual a RUC chega aos seus ouvintes. “Apesar de o trabalho continuar o mesmo, a audiência diminuiu, pois a emissão FM representa a maior fatia do público”, revela Sandra Tavares. Outra consequência está relacionada com os encargos comerciais. João Aveiro salienta que, “apesar de não ter um grande cariz comercial, a RUC também tem compromissos publicitários”.

Desta forma, ambos consideram que a resolução deste problema, através de um longo processo, é um grande alívio para a rádio universitária. Tanto a Direção-Geral da Associação Académica de Coimbra como a reitoria da Universidade de Coimbra (UC), que financiou todos os custos, participaram no desenvolvimento da questão.

No dia um de março, quando completa 33 anos, a RUC inicia uma sequência de atividades com uma emissão em direto do Átrio das Químicas da UC. Este dia é de grande importância para o seio académico da cidade, pois é também a data de aniversário da universidade e marca a tomada de posse do novo reitor, Amílcar Falcão. Os representantes da RUC revelaram que, através de convidados especiais e durante mais de oito horas em direto, a rádio pretende relembrar momentos chave da sua história e cobrir toda a cerimónia de posse.

As festividades continuam e o principal concerto do programa está marcado para o dia 9 de março. É o conjunto nacional First Breath After Coma, com a companhia de Raquel Ralha e Pedro Renato, que sobe ao palco no Teatro Académico de Gil Vicente para o que é considerado, pela organização, o concerto de aniversário da radio.

Três dias depois, no Salão Brazil, é hora de jazz com a atuação da artista canadiana Sarah Davachi. Num cenário diferente do habitual, sem assentos, atua o Conjunto Corona, no dia 15 de março. A aposta no Centro Cultural Dom Dinis está relacionada com um pedido do próprio grupo, que busca uma maior proximidade ao público. O quarto e último concerto está entregue aos artistas Sinah e Herr Doktor, na Casa das Artes Bissaya Barreto.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top