All for Joomla All for Webmasters
Ensino Superior

Duília de Mello: “Não haverá fronteiras na Universidade de Coimbra”

Luís Almeida

Em audição pública, astrónoma sueco-brasileira candidata à Reitoria da UC apresentou o seu programa de ação. Futuro, internacionalização e excelência na investigação são as ideias motrizes do projeto. Por Gabriel Rezende

Com uma proposta classificada por alguns membros do Conselho Geral, durante o evento, como “refrescante”, Duília de Mello defende a investigação competitiva como fonte de recursos para a instituição. Para além disso, a criação de programas de “mentoria” e de “professores-campeões” constam no programa da candidata. A mesma tenciona recrutar os melhores estudantes para fazer da Universidade de Coimbra (UC) “a universidade do futuro”. O novo reitor da UC vai ser definido, por eleição, a 11 de fevereiro.

Excelência no Ensino Superior

Com a criação do Centro de Excelência Académica (CEA), Duília de Mello pretende reduzir a evasão estudantil por meio de um programa de mentoria. “Os estudantes vulneráveis precisam de supervisão”, afirma a candidata à Reitoria da UC. O CEA teria ainda o objetivo de premiar os professores pela “excelência de ensino”, garantido espaço para que estes façam comunicações sobre os seus avanços em sala de aula.

Para atrair a atenção das atuais e futuras gerações de estudantes, a astrónoma defende que as redes sociais devem ter um papel na formação estudantil. Duília de Mello afirma que “as novas gerações demandam novos métodos de ensino” e que é preciso modernizá-los. Esta defende ainda que a relação professor-aluno deve ser fortalecida e que este vai ser um dos papéis do CEA.

Internacionalização da UC

Duília de Mello garante que o português deve ser valorizado como língua de divulgação científica e que a cooperação com instituições de países estrangeiros seja fomentada. “Há um projeto em África, na área das Ciências da Terra, e vamos utilizá-lo como piloto para se estabelecerem outros projetos de sucesso nos países de língua portuguesa”, declara a candidata, em referência ao ‘SUGERE – Sustainable and Wise Use of Geological Resources’.

Para além dessa iniciativa, a candidata à Reitoria da UC pretende convidar profissionais de sucesso da diáspora portuguesa no mundo lusófono para retornarem ao país enquanto professores da UC. A candidata sustenta ainda que devem existir investimentos em cursos ministrados em língua inglesa e na contratação de professores estrangeiros. Para Duília de Mello, a universidade deve promover, entretanto, o uso do português fora do espaço de aula.

Financiamentos e propinas

Apesar de defender “o ensino público gratuito”, aos moldes das instituições brasileiras em que estudou, Duília de Mello sustenta que “o atual modelo de gestão da UC necessita das propinas”. A candidata defende o aumento do número de estudantes na UC como forma de se aumentar a angariação de recursos financeiros.

Duília de Mello argumenta que há estudantes brasileiros “que podem pagar propinas altas, mas há muitos que não podem”. Dessa maneira, a astrónoma vota pela revisão das propinas dos estudantes internacionais e propõe um modelo para que se crie um quadro de propinas proporcionais à renda familiar dos estudantes. Esta seria, para Duília de Mello, uma maneira de se investir nos “talentos desperdiçados” pela falta de recursos.

Investimento em novas áreas

“A universidade do futuro é uma universidade justa, que investe em investigação, valoriza o professor e pensa sempre no estudante”, afirma a candidata. Para além de uma remodelação do modelo educacional, Duília de Mello insiste que novas áreas de investigação podem ser inauguradas na UC.

A candidata não crê, entretanto, que as decisões nesse sentido devam ser verticalizadas. “Não é da Reitoria que vai ser imposta uma renovação, esta tem de nascer dentro das faculdades”, acredita Duília de Mello. Esta deixa o convite aos respetivos diretores para que “pensem sobre programas modernos e arrojados que a UC deve oferecer”, como forma de “atrair mais estudantes e formar os talentos portugueses”.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top