All for Joomla All for Webmasters
Cidade

Música, luzes e abraços cegos: o espírito natalício na Baixa

André Crujo

Diversos projetos visam dinamizar a cidade. Comércio e ação social como foco da época festiva. Por André Crujo

A chegada do Natal está a condicionar os passeios pela Baixa de Coimbra. Desde montras a ruas decoradas, as alusões à época festiva estão presentes em qualquer esquina. As iniciativas que se apoiaram no espírito natalício motivam os cidadãos a fazer as compras da época e a olhar temas que estão na ordem do afeto associado à quadra.

A caminho da Baixa, após o Mercado Municipal D. Pedro V, uma loja de presépios é aberta todos os anos pela Câmara Municipal de Coimbra (CMC). Diversos artesãos fabricam as suas obras, a que a loja serve de plataforma de venda. A diferença destes presépios é o material utilizado para o seu fabrico. Desde barro a latas de sardinha, servem qualquer tamanho e gosto. O dinheiro é revertido para os artífices, pelo que a CMC não lucra com o projeto.

Na Praça 8 de Maio, a música é sustentada pelos artistas de rua. Ao mesmo tempo, animadores mascarados de bonecos de neve e renas interagem com os transeuntes de forma a levantar o espírito natalício. Receber um abraço é uma possibilidade, mas não se detém com os figurinos. O grupo de estudantes da Amnistia Internacional da Faculdade de Psicologia e de Ciências de Educação da Universidade de Coimbra (FPCEUC) organizou a iniciativa “Os Abraços Cegos”.

Esta começou no ano passado e tem o objetivo de “tirar o preconceito das pessoas quanto a temáticas escolhidas”, explica a coordenadora do grupo, Inês Santos. Os membros posicionaram-se ao longo da rua com cartazes que convidavam a um abraço, usando os afetos para desmistificar preconceitos e temas tabu. A coordenadora do grupo afirma que a época natalícia ajuda à adesão da iniciativa e que a oportunidade de informar “é uma vitória”.

A Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra (APBC) também fomentou o comércio local. A criação de uma “Tômbola de Natal” visa um sorteio para os consumidores que fizerem compras nas lojas da área. Qualquer gasto numa loja associada a partir de dez euros possibilita o ganho de um cabaz de Natal. Existem 38 lojas aderentes ao projeto que tem como objetivo “atrair pessoas para o comércio na Baixa”, explica o presidente da direção da APBC, Vítor Marques.

A noite é iluminada pelas decorações, que pintam a cidade de tons festivos. Vários presépios foram erguidos pelas igrejas e existem ainda a possibilidade de experimentar patinagem em alguns ringues de gelo.

Fotografias por André Crujo

Este slideshow necessita de JavaScript.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top