All for Joomla All for Webmasters
Desporto

Briosa arranca a primeira vitória caseira da época

Mariana Rosa e André Crujo

Académica consegue o terceiro triunfo consecutivo no campeonato. Dois golos impulsionam a esperança na subida de divisão. Por André Crujo e Mariana Rosa

O jogo iniciou-se com uma formação arouquense mais perigosa no contexto ofensivo, com o controlo sobre a posse de bola. No entanto, os capas negras, através da pressão exercida sobre o adversário, foram capazes de equilibrar a partida. A predominância dos forasteiros nesta metade de jogo notou-se pela imposição exercida e pela organização da equipa. A força defensiva dos visitantes dificultou o ataque da Briosa que, ainda assim, criou algumas oportunidades de golo. Após 15 minutos do pontapé de saída, o médio Reko e o avançado Romário foram os jogadores que mais se destacaram e criaram situações de perigo.

O ritmo de jogo no início da primeira parte foi elevado. Contudo, até ao intervalo, a intensidade da partida decresceu com jogadas presas ao meio campo.

A segunda parte arrancou com mais potência. Dois minutos após o reatar da partida, a Académica mostrou uma nova face. A aposta no contra-ataque revelou-se letal, com Djoussé a abrir o marcador a passe de Junior Sena, numa jogada iniciada por Romário. O avançado português voltou a conduzir o ataque, aos 59’, e Jean Felipe realizou um passe que deu azo ao golo de Reko.

Cerca de 2400 espectadores testemunharam a agressividade arouquense, de modo a tentar reduzir a desvantagem. Os estudantes enfrentaram os confrontos com calma e aliviaram todas as situações de perigo. O treinador do Arouca, Quim Machado, procedeu a várias substituições na tentativa infrutífera de dar a volta à partida. Contudo, o marcador acabou a assinalar duas bolas a zero, a favor da Académica.

Em conferência de imprensa, Quim Machado, expôs o desejo de ter alcançado a vitória, mas explicou que a equipa, “após o golo da segunda parte, perdeu o controlo do jogo”. O treinador da casa, João Alves, elogiou a qualidade do adversário e reconheceu o perigo previsto para o confronto. Destacou ainda a importância da entrada numa fase de estabilidade alcançada com a vitória. No entanto, reconheceu que “ainda há muito trabalho a fazer”.

A equipa B do FC Porto é o adversário da Académica que se segue, no próximo fim de semana, na cidade de Gaia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top