All for Joomla All for Webmasters
Desporto

[II Liga] Académica vs Arouca – os estudantes, um a um

Mariana Rosa e André Crujo

No regresso dos jogos da Académica em casa, João Pimentel aproveitou para fazer um pedido de presente para o Peçanha e realizar uma ‘flash interview’ reveladora com a bola de jogo. Houve tempo, ainda, para constatar que uma baliza que se tinha desviado e se meteu, depois, no sítio certo contribuiu para a escolha de homem-do-jogo. 

Peçanha – 5

Fez um jogo discreto, o que me leva a fazer um apelo a todos os academistas, tendo em conta que nos aproximamos da quadra natalícia: alguém que lhe dê uma cadeira. E, como não podia deixar de ser, de salientar que já vai no 3º jogo sem sofrer golos. Se eu fosse um tipo profissional, ia ver há quantos jogos isto não acontecia. Mas, como calculam, é há muito.

Joel – 5

O ex-canarinho esteve envolvido numa das melhores jogadas coletivas de todo o encontro, que acabou por dar golo. Entendeu-se na perfeição com J. Sena e assistiu Djoussé.

Zé Castro e Iuri Matias – 5

Não podiam de deixar de ter nota positiva por mais um jogo em que foram intransponíveis. Mas esperem! Estou em condições de revelar que a bola chora um pouco quando sai dos pés da dupla, depois de uma ‘flash-interview’ com o esférico de jogo.

Brendon – 4

Apesar de a aposta não ser de agora, receio que seja o primeiro jogo que vejo de Brendon a lateral. E, por isso, receio que nos estejamos ainda a habituar.

Ricardo Dias – 5

Está naquela posição em que tem de andar “a apagar os fogos” ateados pelos colegas. Fê-lo, de modo geral, bem e ainda ia marcando.

Reko – 6

Com o remate que disparou aos 14’, mais parecia que a baliza se tinha desviado. Mas, meteu-se no sítio certo no remate que deu golo aos 59’. No geral, embora tenha falhado um passe ou outro, envolveu-se e tentou sempre criar lances “pés e cabeça”.

Júnior Sena – 4

Fez um potente remate que apanhou todo o estádio, e até a ele, desprevenido. E levou, ainda, um ralhete do Ricardo Dias.

Jean Filipe – 3

Fui verificar à ficha de jogo e jogou mesmo.

Romário Baldé – 6

Sempre ligado à corrente e a criar dores de cabeça aos arouquenses. Faltou o golo.

Djoussé – 5

Se é verdade que quando tenta fazer mais do que aquilo que é pedido não corre bem, também é verdade que está sempre no sítio certo. E assim foi aos 48’, quando desbloqueou o resultado. E continua a relação de amor-ódio-amor entre Djoussé e os adeptos da Briosa.

Guima, R. Saldanha e Mike – 2

Saíram os três do banco para (tentar) acrescentar algo ao jogo, mas Mike nem tempo teve de suar a ‘t-shirt’.

João Alves – 6

Chegou, viu e está a vencer (e a convencer). A equipa apresenta mais bola pelo chão e melhor solidez defensiva desde a entrada do novo timoneiro. O “luvas-pretas” disse que o primeiro objetivo seria a retirada da equipa dos lugares de descida e isso, para já, aconteceu. Esperemos pelos próximos “capítulos” para saber se é possível alcançar os lugares cimeiros.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top