All for Joomla All for Webmasters
Ciência & Tecnologia

Rómulo recebeu os “Superpoderes” da matemática

Mariana Rosa

Evento contou com a apresentação do livro e série da oradora. Palestra promoveu uma visão simplificada desta área científica. Por Beatriz Furtado e Mariana Rosa

A ‘youtuber’ Inês Guimarães foi a palestrante do dia 21 de novembro no Rómulo Centro Ciência Viva da Universidade de Coimbra. A palestra “A matemática é um superpoder” fez parte da terceira temporada do ciclo de palestras “Ciência às Seis”. O objetivo foi “levar o conhecimento científico de várias áreas a um público não só académico”, afirmou o coordenador do evento, António Piedade.

Inês Guimarães é estudante de matemática na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) e criadora do canal de YouTube – “MathGurl”. Foi convidada a “sair das duas dimensões do ecrã para um público presente, sempre com o rigor matemático”, salientou o coordenador. A oradora é a primeira estudante universitária, sem graduação, a participar neste ciclo.

A palestra compreendeu dois momentos. Na primeira parte, a estudante deu a conhecer “alguns superpoderes matemáticos que existem na ficção” como “pensar com mais clareza, manipular ângulos e probabilidades e ser mais abstrato”. Num segundo momento desafiou a audiência com vários problemas, de forma a mostrar que “ a matemática não é óbvia e que é preciso ter criatividade”.

No canal, Inês Guimarães, partilha curiosidades matemáticas para cativar as pessoas de “forma carismática para uma área pouco atrativa”, reiterou António Piedade. Com cerca de 65 mil subscritores, dos quais a maior parte de nacionalidade brasileira, a ‘youtuber’ ambiciona “atrair um maior público português”.

Inês Guimarães partiu do pressuposto de que “a matemática não é um desporto de espectador”. Segundo a oradora, “para entender a matemática tem de se sujar as mãos”, ou seja, não ser apenas um mero ouvinte, mas sim participar de forma ativa e “brincar com os números e com as formas”, concluiu. No caso do ensino, Inês Guimarães considera ser preciso transmitir o conhecimento matemático através de “jogos e brincadeiras que estimulem a criatividade e desenvolvam o raciocínio de forma inconsciente”.

O fim da palestra pautou-se pela apresentação do livro da estudante “Desafios matemáticos que te vão enlouquecer”. Bem como pela divulgação da sua série televisiva “Matemática Salteada” onde vai explicar conceitos matemáticos com recurso a comida.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top